eventos

Re-Evento. Nova plataforma de eventos em live streaming com realidade aumentada

Re-Evento-Cenário-ref (1)

Plataforma Re-Evento resulta de uma parceria entre as produtora WTS Films e o estúdio de animação em 3D Studio Nuts.

Há uma nova plataforma de eventos que permite a transmissão em live streaming, criar cenários em 3D, realidade aumentada e fazer cobrança por visualização. A Re-Evento resulta de uma parceria entre a produtora WTS Films e o estúdio de animação em 3D Studio Nuts.

“Assim que começou a pandemia, começámos a ter solicitações deste tipo por parte de alguns clientes e surgiu uma primeira colaboração entre a WTS Films e Studio Nuts. Mas sentimos que tínhamos de ir mais além, não bastava a componente vídeo ou 3D. Tínhamos de ser capazes de propor soluções de networking e de partilha – que são essenciais em qualquer evento presencial – e implementa-las no digital”, explica Miguel Brito Gonçalves, da WTS Films, uma das promotoras desta nova plataforma.

O que oferece a Re-Evento face a outras plataformas como Instagram ou Facebook que também permite live events?

“Os eventos digitais já existiam. Mas precisavam de ser reinventados. O Instagram ou o Facebook são plataformas que permitem a partilha de vídeo em live streaming. A Re-Evento o que faz é produzir os vídeos a partilhar (até nessas mesmas plataformas, se o cliente quiser) e com uma série de recursos tecnológicos e com uma qualidade profissional que não se compara a uma streaming ‘caseira'”, diz Miguel Brito Gonçalves.

“Claro que se pode fazer uma livestream a partir de um telemóvel ou de um computador para uma destas plataformas e, até sem custos. Mas há uma série de limitações incontornáveis. A Re-Evento, entre muitas outras coisas, permite transmitir em Full HD sem falhas; criar cenários incríveis em 3D (um palco com iluminação robótica, um estúdio do tipo telejornal com ledwalls, ou qualquer outro cenário fora do normal); transmitir com uma realização e um alinhamento profissional – como se fosse um canal de TV – com separadores, cortinas, oráculos, música, locução…; inserir elementos holográficos ou em realidade aumentada; lançar sondagens em direto; emitir em Pay-per-view e streaming com emissão encriptada para conteúdos confidenciais”, enumera o responsável da WTS Films.

Uma plataforma que se pode adaptar a vários tipos de eventos. “E como estamos a falar de eventos – ou seja, não só de streaming – podemos ter várias palestras, pode ter uma duração de vários dias, ter performances, espetáculos… E o mais importante de tudo, deverá permitir o networking e partilha de informação com e entre os participantes”, diz Miguel Brito Gonçalves.

A pensar neste tipo de eventos, a plataforma tem “um conjunto de funcionalidades que permitem a máxima interação”, como check-in cara-a-cara com as promotoras, lounge e zona de convívio, salas de conversação segura e partilha de documentos de forma confidencial (antes, durante e após o evento) e até um balcão de informações para dar apoio aos participantes.

Miguel Brito Gonçalves não adianta quais os custos que as empresas podem incorrer pela utilização da plataforma. “Estas soluções são muito flexíveis e como tal os valores envolvidos obviamente variam bastante, mas seja como for, a produção de um evento digital – mesmo deste nível – considera sempre valores bastante inferiores ao da produção de um evento presencial.”

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Paschal Donohoe

Sucessor de Centeno: Irlandês Donohoe surpreende e bate espanhola Calviño

O Ministro das Finanças, João Leão. EPA/MANUEL DE ALMEIDA

Défice de 2020 vai ser revisto para 7%. Agrava previsão em 0,7 pontos

Comissário Europeu Valdis Dombrovskis. Foto: STEPHANIE LECOCQ / POOL / AFP)

Bruxelas acredita que apoio a empresas saudáveis estará disponível já este ano

Re-Evento. Nova plataforma de eventos em live streaming com realidade aumentada