Tech

Realidade aumentada: Apple e Facebook querem concorrer com Microsoft

HoloLens, da Microsoft, são óculos de realidade aumentada destinados, para já, para a área empresarial. Fotografia: Microsoft
HoloLens, da Microsoft, são óculos de realidade aumentada destinados, para já, para a área empresarial. Fotografia: Microsoft

As duas empresas estão a constituir equipas para avaliar viabilidade deste tipo de produtos

A Apple e o Facebook poderão estar a preparar-se para concorrer com a Microsoft na área da realidade aumentada. As duas empresas estão a estudar a criação de um par de óculos de realidade aumentada que possa, um dia, substituir o smartphone como equipamento principal, adianta esta segunda-feira o Financial Times.

No caso da Apple, foi constituída há mais de um ano uma equipa para determinar a viabilidade de um dispositivo deste género. Atualmente, o objetivo é transformar um equipamento científico num produto que seja possível de utilizar pelo consumidor, segundo fonte ligada ao processo.

Mas faltará pelo menos um ano até haver um plano mais detalhado. Ainda assim, a empresa de Cupertino estará a dar mais prioridade ao projeto de óculos de realidade aumentada em comparação, por exemplo, com o desenvolvimento de um carro.

No caso do Facebook, Mark Zuckerberg já disse que poderia demorar até 10 anos para ser criada a tecnologia necessária para a realidade aumentada, mesmo que a equipa que desenvolve os Oculos – óculos de realidade aumentada – tente resolver diariamente alguns desafios relacionados com o desenvolvimento de produtos cada vez mais leves e com autonomia para serem usados ao longo do dia. Até lá, a rede social tem contratado especialistas em visão computacional e em eletrónica de consumo.

Só que quando a Apple e o Facebook realmente lançarem óculos para realidade aumentada, já poderá haver uma startup com uma vantagem significativa. Os norte-americanos da Magic Leap recolheram 1,4 mil milhões de dólares (1,29 mil milhões de euros) junto dos investidores e preparam-se para lançar, até ao final do ano, uns óculos de realidade aumentada mais pequenos do que os HoloLens, da Microsoft.

No caso da Microsoft, os HoloLens estão em desenvolvimento e com versão limitada a programadores e parceiros.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
GSFJ2392

“A sustentabilidade dos media depende de todos nós”

Alexandre Fonseca - CEO da Altice Portugal

Fotografia: Gerardo Santos

Alexandre Fonseca sobre 5G: “Portugal hoje posiciona-se na cauda da Europa”

Sebastião Lancastre, Easypay

Easypay. “Para sermos relevantes para os clientes temos de ouvi-los”

Outros conteúdos GMG
Realidade aumentada: Apple e Facebook querem concorrer com Microsoft