Empresas

REN com lucros de 13,2 milhões no primeiro trimestre

Rodrigo Costa, CEO da REN Fotografia: MÁRIO CRUZ/LUSA
Rodrigo Costa, CEO da REN Fotografia: MÁRIO CRUZ/LUSA

A empresa liderada por Rodrigo Costa vai pagar um dividendo de 0,171 euros por ação aos acionistas.

A REN (Redes Energéticas Nacionais) teve lucros de 13,2 milhões de euros nos primeiros três meses deste ano, de acordo com o comunicado presente no site da Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM). Este resultado líquido representa uma estabilização face aos 13,1 milhões de euros obtidos no primeiro trimestre de 2018.

“Para esta estabilidade [dos resultados líquidos] contribuíram melhores resultados financeiros, que atingiram -15,5 milhões de euros (1,1 milhões de euros) e a diminuição, quer da [Contribuição Extraordinária sobre o setor Energético] CESE, quer dos outros impostos, em 0,9 milhões de euros e 1,0 milhões de euros, respetivamente. Excluindo o imposto extraordinário, a taxa efetiva de imposto foi de 26,6%, que compara com os 27,7% do ano anterior”, nota a empresa.

O EBITDA (resultado antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) da empresa liderada por Rodrigo Costa recuou 2,4% para 125,3 milhões de euros até março, uma evolução “explicada sobretudo pela diminuição da remuneração dos ativos”. A dívida líquida da cotada diminuiu em 29,8 milhões de euros, atingindo 2.613,9 milhões de euros.

O CAPEX (investimentos em bens de capital) aumentou 2,9 milhões de euros nos primeiros três meses para 16,8 milhões de euros “beneficiando do aumento dos investimentos desenvolvidos no negócio da eletricidade”.

Esta manhã, os acionistas da REN reunidos em assembleia geral aprovaram o pagamento de um dividendo de 0,171€ por ação,

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Os grupos retalhistas têm planos de novas aberturas para o próximo ano. Foto: D.R.

Em dois anos abriram em Portugal quase 300 supermercados

(Amin Chaar / Global Imagens)

CTT vai distribuir entregas urgentes da Revolut em Portugal e Espanha

Fotografia: D.R.

Fornecedores de multinacionais poluem 5,5 vezes mais

Outros conteúdos GMG
REN com lucros de 13,2 milhões no primeiro trimestre