Repsol com lucros de 2,1 mil milhões

A Repsol vai construir um parque eólico flutuante na costa portuguesa, um dos maiores do mundo

A multinacional petrolífera espanhola Repsol registou um lucro de 2.171 milhões de euros nos primeiros nove meses do ano, mais 37,1% do que no mesmo período de 2017, de acordo com um relatório que a empresa enviou ao mercado.

Numa informação publicada hoje pela Comissão Nacional do Mercado de Valores (CNMV) espanhola, a empresa energética comunica que, o benefício líquido ajustado, que mede a evolução da atividade, foi de 1.720 milhões de euros, um aumento de 11,5% comparado com os primeiros nove meses de 2017.

Por outro lado, o resultado antes de impostos, juros, depreciações e amortizações (EBITDA) foi de 5.833 milhões de euros, um aumento de 23,7%.

A multinacional que também está presente em Portugal sublinha que aumentou a sua produção de hidrocarbonetos em 3,7% nos primeiros nove meses do corrente ano, para 713.000 barris equivalentes de petróleo por dia.

Na informação ao mercado, a Repsol sublinha que chegou a acordo durante o corrente mês sobre o financiamento para a construção de um parque eólico flutuante na costa portuguesa que será “um dos maiores do mundo”, com uma capacidade instalada de 25 MW (megawatts).

O Banco Europeu de Investimento concedeu há duas semanas um empréstimo de 60 milhões de euros à Windplus, subsidiária da EDP, Repsol e Principle Power, para o funcionamento do primeiro parque eólico flutuante no mar, em Viana do Castelo.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de