Energia

Repsol vai investir 60 milhões em Sines

Obras irão decorrer durante uma paragem planeada nos meses de maio e junho. Mais de mil trabalhadores adicionais estarão envolvidos

A Repsol irá investir cerca de 60 milhões de euros no Complexo Industrial de Sines, anunciou a petrolífera espanhola.

Os trabalhos serão desenvolvidos durante uma paragem planeada, entre os meses de maio e junho, e incidirá “na melhoria da competitividade das instalações ao nível da eficiência energética, inovação tecnológica, inspeção e manutenção”, informa a Repsol.

Para esta paragem e trabalhos de melhoria, a Repsol contratou serviços a cerca de 55 empresas especializadas, de âmbito peninsular, estimando-se que mais de 1.100 pessoas por dia, se juntem aos que diariamente desenvolvem prestação de manutenção e serviços no Complexo Industrial de Sines.

“Haverá uma Equipa de Coordenação de Segurança e Ambiente, constituída por 70 pessoas de diferentes áreas do complexo, bem como pelos responsáveis da área de Segurança e Ambiente das empresas prestadoras de serviço”, diz.

A Repsol estima que o trabalho, em todas as fábricas do Complexo, envolva mais de 500.000 horas.

“A segurança de todos os trabalhadores, quer próprios quer dos prestadores de serviços, é uma prioridade absoluta para a Repsol e, por isso, serão realizadas mais de 20.000 horas de formação”, diz a companhia.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
precários jovens licenciados

Jovens, precários e licenciados pagam ajustamento laboral da pandemia

Uma funcionária transporta máscaras de proteção individual na fábrica de confeções Petratex, em Carvalhosa, Paços de Ferreira, 27 de abril de 2020. HUGO DELGADO/LUSA

Mais de 60% dos “ausentes” do trabalho são mulheres

Obras da IP vão acabar com todas as passagens de nível entre Espinho e Vila Nova de Gaia. Exemplo da passagem de nível da Aguda. (Tony Dias/Global Imagens)

Obras na linha do Norte atrasam comboios a partir de 30 de agosto

Repsol vai investir 60 milhões em Sines