Portugal Digital Summit

Revolut. “O produto viral” já tem 300 mil utilizadores em Portugal

(DR)
(DR)

Ricardo Macieira, CEO da Revolut em Portugal, avança que o banco digital quer chegar "no próximo ano, ao meio milhão de utilizadores".

Durante o evento Portugal Digital Summit, que decorre ao longo de dois dias no Pavilhão Carlos Lopes, em Lisboa, a tecnologia e a transformação digital estão em destaque.

Durante a intervenção de Ricardo Macieira, CEO da Revolut em Portugal, o responsável do banco digital traça os objetivos a nível de utilizadores: “no próximo ano, vamos atingir o meio milhão de utilizadores” em Portugal. Por cá, o responsável da empresa, que assumiu o cargo em junho deste ano, indica que a Revolut cresce por cá a um ritmo de “mil a 1200 utilizadores por dia”.

Ricardo Macieira reconhece que o público-alvo da Revolut tem gostos e necessidades específicas, – os millennials – que já representam uma considerável fatia na área do consumo e a quem nem sempre é fácil agradar. “A solução foi criar um produto viral”, explica o CEO da Revolut para Portugal, que destaca a capacidade de o banco digital, fortemente concentrado numa aplicação para smartphone, conseguir adaptar-se a mudanças do mercado e a um público que pede uma experiência rápida.

“A concorrência não te tira do negócio, mas os clientes podem fazê-lo”, sublinha o responsável da Revolut, indicando a necessidade de as empresas conseguirem adaptar-se à velocidade pedida pelos clientes num mundo mais digital.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
lisboa casas turismo salarios portugal

Taxa de juro do crédito à habitação cai para 1%

Lisboa, 18/02/2020 - Plenário da Assembleia da República - Debate quinzenal com o primeiro ministro.
Primeiro Ministro António Costa com os restantes ministros que compõem o governo.
Jerónimo de Sousa - PCP
(Leonardo Negrão / Global Imagens)

Jerónimo avisa Costa que “sem aumentos salariais” os “problemas vão aumentar”

O ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos (C), acompanhado pelo ministro de Estado e das Finanças, Mário Centeno e pelo presidente da CP, Nuno Freitas (E), na assinatura do contrato de serviço público entre o Estado e a CP, na Estação do Rossio, em Lisboa, 28 de novembro de 2019. JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

CP escapa a multas por atraso no contrato de serviço público

Revolut. “O produto viral” já tem 300 mil utilizadores em Portugal