Transporte aéreo

Ryanair cancela mais 24 voos e deixa passageiros em terra

(IvoPereira/Global Imagens)
(IvoPereira/Global Imagens)

A falta de serviços mínimos em Itália traduzi-se em mais 24 voos cancelados, esta quarta-feira.

O primeiro dia de protestos dos tripulantes de cabine da Ryanair em Espanha está a desenrolar-se com relativa normalidade, graças ao cumprimento dos serviços mínimos decretados pelo Governo espanhol. No entanto, a companhia aérea viu-se obrigada a cancelar 24 voos que não estavam previstos, deixando em terra cerca de 4.200 passageiros nos aeroportos italianos, depois do incumprimento dos serviços mínimos em Itália.

Depois de cancelar 400 voos, o serviço da Ryanair nos aeroportos espanhóis, de acordo com o El País, não registou grande confusão uma vez que os passageiros afetados foram previamente notificados através de SMS e e-mail e transferidos para outros voos.

A paralisação também convocada para Itália teve um desfecho diferente depois de não terem sido decretados quaisquer serviços mínimos no país. Também na Bélgica e em Portugal não foram decretados serviços mínimos. De acordo com o jornal espanhol, a Ryanair teve de cancelar assim mais de 200 voos em toda a Europa.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: Gerardo Santos/Global Imagens

Saídas para a reforma disparam 43% na função pública

Foto: DR

EDP flexibilizou pagamento de faturas no valor de 60 milhões de euros

Carteiros

CTT vão entregar cartão de cidadão em casa. Piloto arranca em Oeiras

Ryanair cancela mais 24 voos e deixa passageiros em terra