Sabe quem são os portugueses que vão fazer sapatos para a Adidas?

Adidas compra em Portugal
Adidas compra em Portugal

A Adidas é a mais recente aquisição da Carité, grupo de
calçado com sede em Felgueiras, e que vem juntar-se a marcas de
renome como a Tommy Hilfiger, Paul Smith e Kenzo, entre outras. Desde janeiro que a Carité fornece gáspeas para a Adidas e está agora a
começar a desenvolver as primeiras amostras de sapato completo.
Reinaldo Teixeira, fundador da Carité, espera que este novo cliente
possa representar um aumento de vendas de 1,5 a dois milhões de
euros.

“A Adidas pretende apostar em calçado de couro e foi a
Portugal fazer uma pesquisa de mercado. Já faz este tipo de
produto na Europa e na Ásia, mas quer agora apostar em Portugal”,
explicou aos jornalistas no seu stand da Micam, em Milão. Certo é
que um eventual fornecimento de calçado completo para a Adidas nunca
acontecerá antes de julho.

Com a produção distribuída entre dois polos industriais –
Felgueiras, onde tem 230 trabalhadores e a capacidade produtiva
totalmente tomada, e Celorico de Basto onde tem já duas unidades e dá emprego a 70 pessoas -, a Carité prepara agora novo investimento num
terceiro polo: São João da Madeira. “Comprámos uma pequena
fábrica em Oliveira de Azeméis que pretendemos renovar e
expandir. Queremos aproveitar agosto para arranjar novas instalações
em S. João da Madeira”, adiantou ao Dinheiro Vivo Reinaldo
Teixeira.

A aposta nesta região deve-se ao facto de ai se concentrar
o know how na produção de sapatos de senhora de segmento alto. “Há uma série de marcas com que trabalhamos que têm uma apetência por
este tipo de produto e quisemos ir ao encontro dessa necessidade,
instalando-nos numa zona que é especializada em calçado de senhora.”

A unidade adquirida tem 10 trabalhadores, mas Reinaldo Teixeira
pretende reforçar, contratando mais 20. Com a renovação do
equipamento industrial, o investimento total neste projeto acabará a
situar-se nos 500 a 600 mil euros.

*Em Milão

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
EDP_ENGIE2

EDP e Engie investem até 50 mil milhões para serem líderes em eólicas no mar

EDP_ENGIE2

EDP e Engie investem até 50 mil milhões para serem líderes em eólicas no mar

Da esquerda para a direita: Ricardo Mourinho Félix, secretário de Estado das Finanças, Angel Gurría, secretário-geral da OCDE, e Pedro Siza Vieira, ministro da Economia. Fotografia: Diana Quintela/Global Imagens

OCDE. Dinamismo das exportações nacionais tem o pior registo da década

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Sabe quem são os portugueses que vão fazer sapatos para a Adidas?