Economia circular

Saiba como a sua mala de luxo pode valer desconto na Farfetch

Farfetch
REUTERS/Toby Melville

Plataforma de moda de luxo aposta no Second Life, um programa de revenda de malas em que os clientes trocam o objeto por descontos no site.

O mais recente projeto da Farfetch está relacionado com a economia circular. A plataforma de moda de luxo vai comprar malas de luxo usadas de 27 marcas nos países da União Europeia. Na fase seguinte, os consumidores poderão trocar as malas usadas por um crédito no portal da Farfetch sem limite de validade. O projeto de revenda da malas em segundo mão Second Life foi anunciado esta segunda-feira através de nota de imprensa.

Para aderir a este programa, “os utilizadores terão que submeter informações e fotografias das malas que querem vender através da página secondlife.farfetch.com, que serão depois revistas pelo parceiro da Farfetch. Este parceiro fará depois uma proposta de preço em apenas dois dias úteis”.

A empresa acrescenta: “Se o preço for aceite, o cliente agenda um serviço de recolha gratuito e depois de receção e verificação do artigo, a Farfetch adiciona o valor acordado à conta do cliente, para que possa depois ser utilizado em compras na plataforma”.

Os artigos que o consumidor entregar “serão depois vendidos no site de um dos parceiros” do Dream Assembly, o programa de aceleração da plataforma fundada por José Neves. Foi mesmo este parceiro do Dream Assembly que deu origem a este projeto-piloto.

Na fase piloto, este projeto conta com 27 das 3200 marcas que estão presentes na plataforma da Farfetch: Alexander McQueen, Balenciaga, Bottega Veneta, Burberry, Bvlgari, Cartier, Celine, Chanel, Chloé, Dior, Dolce & Gabbana, Fendi, Givenchy, Gucci, Hermès, Loewe, Louis Vuitton, Maison Goyard, MCM, Miu Miu, Mulberry, Prada, Salvatore Ferragamo, Stella McCartney, Valentino, Versace e Yves Saint Laurent. Esta lista deverá crescer ao longo dos próximos meses.

O responsável de Sustentabilidade da Farfetch, Giorgio Belloli, assinala que “o mercado de luxo em segunda mão também está a crescer muito rapidamente e é provável que duplique mesmo nos próximos 5 anos, atingindo os 51 mil milhões de dólares (45,4 mil milhões de euros)”.

Atualmente, a plataforma da Farfetch liga clientes em 190 países a produtos disponíveis em mais de mil lojas e boutiques.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

Fotografia: Fábio Poço/Global Imagens

Boom de queixas contra agências imobiliárias

O ex-presidente da Three Gorges e António Mexia, na assinatura da privatização

Quanto renderam em dividendos as empresas vendidas pelo Estado?

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Saiba como a sua mala de luxo pode valer desconto na Farfetch