Salário mínimo no Ikea sobe para 750 euros

Cadeia sueca aumenta em 50 euros a remuneração de entrada para os trabalhadores portugueses, acima da subida do SMN e do valor estabelecido no patamar nacional (705).

A partir deste novo ano, o salário mínimo de entrada para colaboradores Ikea, a tempo inteiro, sobe de 700 euros para 750 euros brutos mensais, anunciou a cadeia sueca, lembrando que a fasquia fica acima do valor estabelecido pelo governo para o Salário Mínimo Nacional em 2022. à remuneração base somam-se ainda subsídio de alimentação, seguro de saúde e outros benefícios oferecidos, que a empresa justifica com a "valorização do compromisso com as suas pessoas através de uma oferta completa e relevante de compensações e benefícios, da qual o salário faz parte".

"Na IKEA continuamos a trabalhar, diariamente, para sermos um empregador de excelência, para assegurarmos o bem-estar dos nossos 2.600 colaboradores e a estabilidade dos seus rendimentos. E, em paralelo, a promover, continuamente, um ambiente em que todos se sentem reconhecidos e valorizados, num espaço de trabalho seguro, saudável, inclusivo e igualitário", vinca Cláudio Valente, People & Culture Manager da IKEA Portugal.

Nesse sentido, entra não apenas o reforço do salário de entrada no Ikea Portugal como a atualização do pacote de benefícios à parentalidade. "Acreditamos que com mais este passo, conjuntamente com outras empresas líderes do setor que já anunciaram movimentos semelhantes, continuamos a valorizar o retalho enquanto setor empregador de referência no país. Ao mesmo tempo, convidamos os decisores públicos a considerar medidas cada vez mais arrojadas para potenciar a melhoria dos níveis de vida e do poder de compra da maioria das famílias portuguesas.", acrescenta.

O plano de compensações e benefícios da cadeia sueca dá especial importância à promoção de políticas de natalidade para os seus colaboradores, apostando também no equilíbrio entre as suas vidas pessoais e profissionais. Neste sentido, acaba de reforçar apoios como o montante de "Ajuda de Nascimento", para todos os colaboradores que se tornam pais biológicos ou por adoção, que sobe para 665 euros brutos (um aumento de 48% face ao ano anterior), bem como o programa "Passa mais tempo com o teu bebé", que dá a possibilidade de estender a licença parental (biológica ou por adoção) por mais dois meses do que o período regular estabelecido pela Segurança Social, aumentando também o apoio mensal para 665 euros brutos (um aumento de 84% face ao ano anterior)

A estas medidas somam-se ainda outras benesses, como o One Ikea Bonus (sistema de bónus anual para todos os colaboradores, associado aos resultados de negócio) e o "TACK!", uma contribuição adicional para as reformas de todos os colaboradores elegíveis, recebendo todos "o mesmo montante, proporcional às horas trabalhadas, independentemente do seu departamento, da sua posição ou do seu nível salarial".

Seguro de saúde e de vida para colaboradores permanentes, restaurante de colaboradores com preços reduzidos, serviço médico nas lojas, acesso a um programa de emergência social interno e desconto especial na compra de artigos Ikea são outros complementos que a cadeia oferece para valorizar a remuneração aos seus colaboradores.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de