Telecomunicações

San Marino será primeiro país do mundo com rede 5G

Testes arrancam em 2018 e incluem zona histórica de San Marino, classificada pela Unesco. Fotografia: REUTERS/Stefano Rellandini
Testes arrancam em 2018 e incluem zona histórica de San Marino, classificada pela Unesco. Fotografia: REUTERS/Stefano Rellandini

Implementação da rede 5G poderá custar 56 mil milhões de euros e criar 2,3 milhões de empregos, calcula Comissão Europeia

San Marino vai tornar-se o primeiro país do mundo com cobertura nacional de rede 5G. Isto será possível graças a um protocolo entre a Telecom Italia e o Governo local. A tecnologia será testada em 2018, com a instalação de pequenas antenas na cidade de San Marino, um local de património classificado pela Unesco, adianta esta segunda-feira o Financial Times (reservado a assinantes).

Com pouco mais de 30 mil habitantes e 61 quilómetros quadrados, San Marino é considerado o local ideal para testar a rede 5G. Giovanni Ferigo, responsável tecnológico da Telecom Italia Mobile (TIM) diz que o trabalho desenvolvido no pequeno país será crítico para uma possível expansão da rede 5G à restante Europa.

“Para o 5G, a nossa intenção é que a Europa lidere o processo de padronização”, defende o responsável. Ferigo recorda que o Velho Continente foi o possível responsável pelo desenvolvimento da rede 2G, mas que essa posição foi perdida para outras regiões na atualização para o 3G e o 4G.

Em 2016, a Comissão Europeia publicou um plano de ação sobre esta nova tecnologia, que poderá gerar benefícios de 113 mil milhões de euros até 2025. A implementação da rede 5G poderá custar 56 mil milhões de euros e criar 2,3 milhões de empregos, acrescenta Bruxelas.

Leia aqui: 5G. A rede que vai colocar (ainda mais) as máquinas a falar umas com as outras

Em Portugal, nenhuma operadora comprometeu-se, para já, com o lançamento de uma oferta 5G.

A nível mundial, as operadoras da Coreia do Sul, China e Estados Unidos têm feito alguns testes, em locais restritos, para a implementação do 5G.

A tecnologia 5G poderá acelerar a integração em rede de equipamentos e sensores (carros, domótica, remotização de procedimentos, veículos).

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Fotografia: Orlando Almeida/Global Imagens

Turismo vale 16% da atividade económica portuguesa

Mário Centeno, ministro das Finanças. Fotografia: REUTERS/Rafael Marchante

Défice público cai 59% até ao final de outubro

Marco Schroeder

Marco Schroeder renuncia a cargo de CEO da Oi

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Conteúdo TUI
San Marino será primeiro país do mundo com rede 5G