Empresas

Sanofi anuncia plano de reestruturação em França

29874568_2017_12_12T110734Z_1053940416_RC153241E650_RTRMADP_3_SANOFI_STRATEGY_INVESTORS_WEB

A farmacêutica prevê rescindir com 670 funcionários em França, por mútuo acordo, até 2020. Além disso quer recrutar 250 pessoas para funções novas.

A farmacêutica Sanofi prevê rescindir com 670 funcionários em França, por mútuo acordo, até 2020, no quadro de um plano de transformação do grupo, disse esta quarta-feira o presidente da empresa, Guillaume Leroy, à France Presse.

As saídas abrangem funções de apoio, incluindo assuntos externos, finanças, recursos humanos, apoio jurídico e informática.

A Sanofi France quer ainda alterar os vínculos de 80 postos em funções informáticas, também no mesmo período e sempre numa base voluntária, indicou Guillaume Leroy.

Ao mesmo tempo, o grupo prevê recrutar 250 pessoas para funções novas, como a bioprodução, acrescentou.

As mudanças ocorrem no âmbito de um novo plano mundial de transformação, que deve também afetar outros mercados da Sanofi, como os Estados Unidos e Alemanha, mas não foi revelada a dimensão dessas rescisões.

No total, a Sanofi tem 110 mil colaboradores em todo o mundo, dos quais 25 mil em França.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Remessas de emigrantes voltam a disparar. Crescem 12,5% até julho

Remessas de emigrantes voltam a disparar. Crescem 12,5% até julho

O secretário Geral do Partido Socialista, António Costa (C) acompanhado pelo cabeça de lista do PS às eleições Europeias, Pedro Marques (E) e pelo Socialista Mário Centeno (D) num jantar comício em Setúbal no âmbito da campanha para as Eleições Europeias 2019. 22 de maio de 2019. MIGUEL A. LOPES/LUSA

Centeno aponta margem de 200 milhões para aumentos na Função Pública

O ministro das Finanças, Mário Centeno, discursa na  Convenção Nacional do PS a decorrer no Pavilhão Carlos Lopes, Lisboa, 20 de julho de 2019.  O Partido Socialista apresenta as suas propostas para as eleições legislativas de outubro, como conclusão das sessões organizadas sob o lema "Porque #TodosDecidem". MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Centeno. “No programa do BE passamos do fazer acontecer para fazer desaparecer”

Outros conteúdos GMG
Sanofi anuncia plano de reestruturação em França