apostas hípicas

Santa Casa reúne-se com franceses para parceria nas apostas hípicas

Fotografia: Fábio Poço / Global Imagens
Fotografia: Fábio Poço / Global Imagens

Jogos Santa Casa detém também licença exclusiva para exploração das apostas desportivas à cota, através do jogo Placard

Depois do jogo de apostas desportivas Placard, a Santa Casa de Lisboa já está a preparar-se para o lançamento das apostas hípicas mútuas. A instituição liderada por Pedro Santana Lopes esteve reunida esta sexta-feira com a empresa Pari Mutuel Urbain (PMU) para avaliar uma parceria.

“Após conclusão do processo de candidatura para atribuição da respetiva licença, a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) e a PMU confirmaram o seu propósito de chegarem a um acordo global para a introdução das apostas hípicas mútuas em Portugal”, refere o comunicado enviado às redações.

Leia aqui: Santa Casa desafia startups para inovação social digital

A Santa Casa de Lisboa detém uma licença exclusiva para a exploração de apostas hípicas mútuas de base territorial, segundo uma deliberação aprovada em fevereiro de 2015 pelo Conselho de Ministros do então Governo de Pedro Passos Coelho.

“Com quase treze mil pontos de venda em França e seis milhões de apostadores, a PMU é o primeiro operador de apostas hípicas mútuas na Europa e número três a nível mundial”, acrescenta o documento.

A instituição, através dos Jogos Santa Casa, é também responsável, em regime de exclusividade, pela exploração das apostas desportivas à cota, como é o caso do jogo Placard, que, no espaço de um ano, obteve receitas de 300 milhões de euros.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
As associações representativas dos taxistas marcaram para esta quarta-feira uma manifestação nacional contra a promulgação pelo Presidente da República do diploma que regula as plataformas electrónicas de transporte como a Uber, Cabify, Taxify e Chaffeur Privé. Manifestação de Lisboa.
Táxis junto à rotunda do Marquês de Pombal 
( Nuno Pinto Fernandes/ Global Imagens )

Plataformas de transportes ganham pouco com concentração dos taxistas

Revolução nas transferências de dinheiro já chegou a Portugal

Mário Pereira (administrador) e Inês Drummond Borge (diretora de marketing) da Worten

Fotografia: D.R.

Worten tem um marketplace. Vai começar a vender sofás e colchões

Outros conteúdos GMG
Santa Casa reúne-se com franceses para parceria nas apostas hípicas