Transporte aéreo

SATA funciona “aparentemente em piloto automático” há três meses

Fotografia: direitos reservados
Fotografia: direitos reservados

O PSD/Açores manifestou-se "preocupado" com o facto de ainda não ter tomado posse o novo conselho de administração do grupo SATA.

O PSD/Açores manifestou-se “preocupado” com o facto de ainda não ter tomado posse o novo conselho de administração do grupo SATA, afirmando que a transportadora aérea está em “piloto automático” há três meses.

“A SATA continua efetivamente sem um conselho de administração, funcionando aparentemente em modo piloto automático há quase três meses”, segundo o deputado do PSD/Açores António Vasco Viveiros, parlamentar com a coordenação das pastas da Economia e das Finanças.

Citado em nota de imprensa, Viveiros diz ser “inconcebível” que a nova administração, indicada em julho, ainda não esteja em funções.

O antigo presidente da SATA, Paulo Meneses, estava ausente da empresa “desde 22 de maio”, diz o PSD/Açores, sustentando que “dentro e fora” da transportadora “há muito” que se sabia que a sua ausência “era definitiva”.

O Governo dos Açores anunciou em 14 de julho a escolha do gestor de empresas António Luís Gusmão Teixeira para a presidência do conselho de administração da SATA, substituindo Paulo Meneses, que ocupava o cargo desde o final de 2015.

Em comunicado, o executivo açoriano acrescenta que, “com esta alteração no cargo de presidente do grupo SATA, será também efetuada uma recomposição total do respetivo Conselho de Administração da transportadora aérea açoriana”.

António Teixeira mostrou-se já “muito otimista” com o futuro da transportadora aérea açoriana.

O PSD/Açores, por seu turno, é crítico para com a situação da empresa: “A absoluta ausência de responsabilidade na gestão do grupo SATA, pela qual o presidente do Governo Regional, Vasco Cordeiro, deve ser exclusivamente responsabilizado, preocupa-nos a todos, aos açorianos e ao PSD/Açores, uma vez que se trata de uma empresa que deu e tem muito para continuar a dar a todos nós, à coesão e à economia açoriana”.

No dia 23 de julho, o futuro novo administrador da transportadora aérea açoriana foi ouvido no parlamento açoriano, sendo que o relatório parlamentar sobre essa indigitação foi emitido no dia 27, sinaliza o PSD/Açores, e a partir desta data “o novo conselho de administração podia e devia ser nomeado pelo executivo açoriano para que possa entrar em funções”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Vieira da Silva e Cláudia Joaquim
Fotografia: Leonardo Negr‹ão / Global Imagens

Reformas antecipadas: novas regras vão ser aprovadas “brevemente”

Fotografia: REUTERS

Sector da construção exige o fim do Adicional ao IMI

Fotografia: Rodrigo Cabrita/Global Imagens

Frente Comum recusa fim da reforma obrigatória aos 70 anos

Outros conteúdos GMG
SATA funciona “aparentemente em piloto automático” há três meses