Indústria do calçado

Setor do calçado paga menos que o salário mínimo a pessoas sem experiência

Calçado

Os funcionários admitidos sem experiência e os trabalhadores com menos de 25 anos auferem 80% do salário mínimo, segundo o Correio da Manhã.

O setor do calçado está a pagar menos que o salário mínimo a funcionários sem experiência. O contrato coletivo assinado entre a Associação Portuguesa dos Industriais do Calçado (APICCAPS) e a Federação dos Sindicatos dos Trabalhadores Têxteis prevê que um administrativo ou trabalhador de apoio sem experiência receba 80% do salário mínimo, segundo o Correio da Manhã.

Já os operários na linha de produção com menos de 25 anos também podem receber apenas 80% do salário mínimo. A associação do setor defende que este acordo “é mais amigo dos trabalhadores que o Código do Trabalho”. A lei laboral prevê que a retribuição mínima mensal garantida pode ter uma redução de 20% para os casos de “praticante, aprendiz, estagiário ou formando em situação de formação certificada”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Taça Portugal - Benfica vs Sporting

Benfica encaixa 50 milhões. SAD fala em “capacidade acrescida de tesouraria”

A ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva ,à chegada para a reunião da Comissão Permanente de Concertação Social, em Lisboa, 26 de fevereiro de 2020. ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Governo mantém todas as restrições na Grande Lisboa por mais 15 dias

Ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, (MIGUEL A. LOPES/LUSA)

Governo exige que Bélgica retire Alentejo e Algarve de zonas arriscadas

Setor do calçado paga menos que o salário mínimo a pessoas sem experiência