Siemens

Siemens arranca 2016 com crescimento de 42%

Joe Kaeser, presidente executivo da Siemens. Fotografia: REUTERS/Stefanie Loos
Joe Kaeser, presidente executivo da Siemens. Fotografia: REUTERS/Stefanie Loos

Empresa alemã pretende aproveitar fim das sanções económicas ao Irão

Os lucros da Siemens aumentaram 42% no primeiro trimestre fiscal de 2016 para os 1,557 mil milhões de euros. Os ganhos em áreas como a gestão de energia e os cuidados de saúde compensaram os piores desempenhos na área das energias renováveis, de acordo com o relatório e contas publicado esta terça-feira em Munique, na Alemanha.

A divisão de gestão de energia registou o maior crescimento do primeiro trimestre fiscal, com um ganho de 69% para os 183 milhões de euros, graças à aposta da empresa no mercado africano, região onde assegurou um contrato para equipamentos de alta voltagem.

Nota também para o crescimento de 31% na área dos cuidados de saúde, onde foi apresentado um lucro de 541 milhões de euros entre outubro e dezembro de 2015 (o ano fiscal de 2016 da Siemens começou em outubro). A China foi a principal responsável por este desempenho, aponta o documento apresentado esta terça-feira.

As energias renováveis impediram um melhor resultado para a Siemens, com os lucros a recuarem 37% para os 51 milhões de euros, devido ao atraso na execução de alguns projetos.

Oportunidades no Irão

O acordo nuclear entre as cinco maiores potências mundiais (mais a Alemanha) e o Irão tem sido mundialmente comentado nas últimas semanas. O país é visto como um local de oportunidades para a empresa alemã.

“O Irão está a mudar as suas infra estruturas, sobretudo na área do gás liquefeito. Temos conhecimento e recursos para podermos participar neste mercado e acreditamos que podemos ter sucesso”, respondeu na conferência de imprensa o presidente executivo da Siemens, Joe Kaeser.

Melhores perspetivas para 2016

A companhia alemã aproveitou ainda para subir as perspetivas de lucros para o ano fiscal de 2016 do patamar entre 5,90 e 6,20 euros por ação para entre os 6 e os 6,40 euros por ação, o que representa um aumento entre 1,7% e 3,2%. Resultados previstos “apesar da contínua turbulência macroeconómica e geopolítica”.

2016 será o ano em que a Siemens vai passar a usar o slogan “Ingenuity for life”, que pode ser traduzido para português como “engenhoso para a vida”.

* Jornalista em Munique a convite da Siemens

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Lisboa,  29/09/2020 - Ursula Von der Leyen, Presidente da Comissão Europeia.
(Paulo Alexandrino/Global Imagens)

Ursula von der Leyen. “Portugal é único e tem agora oportunidades maravilhosas”

Portugal's Prime Minister Antonio Costa speaks during presentation of the European and Portuguese Recovery and Resilience Plans, at Champalimaud Foundation, in Lisbon, Portugal, 29 September 2020. Ursula Von Der Leyen is in Lisbon for a two-day official visit. MÁRIO CRUZ/LUSA

Portugal recorrerá só a subvenções. Empréstimos só quando situação melhorar

ANTONIO COTRIM/ LUSA

Von der Leyen: Instrumento “SURE é um escudo para os trabalhadores e empresas”

Siemens arranca 2016 com crescimento de 42%