Resultados

Siemens com lucros de mais de 5 mil milhões de euros

O grupo tecnológico e industrial alemão Siemens alcançou um lucro líquido de 5.248 milhões de euros.

O grupo tecnológico e industrial alemão Siemens alcançou um lucro líquido de 5.248 milhões de euros, referente aos últimos três trimestres, correspondendo a mais 11% do que no período anterior.

A companhia com sede em Munique e que aprovou recentemente uma nova estrutura empresarial informou hoje que a faturação atingiu os 60.437 milhões de euros entre outubro de 2017 e junho de 2018.

A entrada de novos negócios melhorou os resultados dos três trimestres em 09% (67.596 milhões de euros).

Mesmo assim, no terceiro trimestre “ganhou menos 18,5%” (1.106 milhões de euros) devido a impostos mais elevados.

De acordo com a informação divulgada pela empresa, o lucro da Fábrica Digital e outras divisões da empresa compensaram a “forte queda” registada no departamento de Eletricidade e Gás.

A cotação do euro produziu um efeito negativo na faturação, que baixou no terceiro trimestre, e na entrada de contratos.

Por outro lado, a Siemens Gamesa reduziu nos últimos três trimestres (outubro de 2017-junho de 2018) o lucro operativo líquido (Ebit) em 131 milhões de euros (menos 56,2%) devido à pressão sobre os preços em contratos anteriores relacionados com turbinas eólicas.

A Siemens Gamesa destaca que o contrato de 1.300 milhões de euros pela construção de um parque eólico offshore ao largo do Reino Unido.

A Siemens prevê um “modesto crescimento” no volume de negócios, mas anunciou que vai simplificar a estrutura para melhorar a eficiência concentrando-se, a partir do próximo dia 01 de outubro, em três áreas operativas: Gás e Eletricidade; Infraestruturas Inteligentes e Indústrias Digitais.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Lisboa,  29/09/2020 - Ursula Von der Leyen, Presidente da Comissão Europeia.
(Paulo Alexandrino/Global Imagens)

Ursula von der Leyen. “Portugal é único e tem agora oportunidades maravilhosas”

Portugal's Prime Minister Antonio Costa speaks during presentation of the European and Portuguese Recovery and Resilience Plans, at Champalimaud Foundation, in Lisbon, Portugal, 29 September 2020. Ursula Von Der Leyen is in Lisbon for a two-day official visit. MÁRIO CRUZ/LUSA

Portugal recorrerá só a subvenções. Empréstimos só quando situação melhorar

ANTONIO COTRIM/ LUSA

Von der Leyen: Instrumento “SURE é um escudo para os trabalhadores e empresas”

Siemens com lucros de mais de 5 mil milhões de euros