Inovação

Siemens investe 20 milhões e vai contratar 400 pessoas

O presidente executivo da Siemens Portugal e o primeiro-ministro na Web Summit. Fotografia: D.R.
O presidente executivo da Siemens Portugal e o primeiro-ministro na Web Summit. Fotografia: D.R.

A Siemens vai criar no país 400 novos postos de trabalho na área das tecnologias de informação até 2020

A Siemens Portugal vai investir mais 20 milhões de euros em digitalização, durante os próximos dois anos, revelou Pedro Pires de Miranda, presidente executivo da empresa de origem alemã. A Siemens, que já tinha anunciado no verão passado um investimento de cinco milhões para impulsionar esta área no país, vai assim despender um total de 25 milhões de euros na digitalização.

Este projeto foi revelado ontem por Pedro Pires de Miranda, na Web Summit, na presença do primeiro-ministro, António Costa, e do ministro da Economia, Pedro Siza Vieira.

Na ocasião, Pedro Siza Vieira realçou que “este novo investimento da Siemens em Portugal, numa área tão importante como é a da digitalização, reforça a aposta que a multinacional tem vindo a fazer nas competências dos nossos talentos, contribuindo para que Portugal possa ter uma forte capacidade exportadora também nesta área, criando valor na nova economia”.

Já Pedro Pires de Miranda realçou que “este investimento vem reforçar a estratégia que definimos para esta área em Portugal. No primeiro semestre do ano, anunciámos que íamos investir cinco milhões em digitalização. Agora, temos a enorme satisfação de poder anunciar que vamos investir cinco vezes mais. É um total de 25 milhões de euros vinculados à digitalização, um investimento que beneficiará muito a economia nacional.”

400 empregos em TI
Cinco milhões serão direcionados para a renovação e modernização integral de um edifício, para dar resposta aos novos conceitos de trabalho, apostando em espaços de co-criação e ideação, enquanto os restantes 15 milhões serão aplicados na criação de 400 novos postos de trabalho na área das TI até 2020.

Esta aposta visa fazer face à expansão do Lisbon Tech Hub, um centro de competências internacional de TI que a empresa tem localizado em Portugal, onde já trabalham 600 pessoas com um foco especial nas áreas da cibersegurança, inteligência artificial e robótica. .

A Siemens quer recrutar profisssionais nas áreas de Cloud Backend Developer – AWS, Mobile Developer (iOS/Android), Project Manager – Cyber Security Penetration Testing, Cyber Security – Cloud Security Specialist e Big Data – IoT/Analytics Architect. Não obstante este reforço, a equipa Siemens tem estado em constante crescimento, tendo atualmente 56 processos de recrutamento em curso para o Lisbon Tech Hub para um total de 81 vagas abertas.

A Siemens AG decidiu também localizar uma nova unidade de investigação e desenvolvimento em Portugal. Esta equipa, que integra o Corporate Technology, o departamento central de investigação e desenvolvimento da Siemens AG, vai trabalhar, numa primeira fase, num projeto de armazenamento de energia para o mercado residencial.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Mário Centeno, ministro das Finanças. Fotografia: MANUEL DE ALMEIDA / LUSA

Centeno diz que abrandamento da economia esconde muitas coisas boas

Cristina Casalinho, presidente do IGCP

Portugal paga menos de 2% na última emissão de dívida do ano

Terminal (Naviport) do Porto de Setúbal com milhares de carros da Autoeuropa que estão bloqueados esta semana com a paralisação dos estivadores do Porto de Setúbal.
(A-gosto.com/Global Imagens).

Autoeuropa tem 5000 carros parados no porto de Setúbal

Outros conteúdos GMG
Siemens investe 20 milhões e vai contratar 400 pessoas