Digitalização

Siemens investe 5 milhões em Portugal para acelerar digitalização

A Siemens Portugal vai investir 5 milhões de euros nos próximos dois anos em Portugal.
A Siemens Portugal vai investir 5 milhões de euros nos próximos dois anos em Portugal.

A Siemens Portugal vai investir, durante os próximos dois anos, cinco milhões de euros no país para impulsionar a digitalização

A Siemens Portugal vai investir cinco milhões de euros ao longo dos próximos dois anos no país para acelerar a digitalização. Este investimento da multinacional vai focar-se em projetos de investigação e desenvolvimento nas áreas da energia e da mobilidade.

“Este investimento foi possível porque tivemos uma performance económica – financeira muito positiva no ano passado, tendo registado, por exemplo, aumentos significativos nas exportações e no lucro. São resultados desta natureza que nos permitem continuar a investir em Portugal, especialmente em áreas e tecnologias-chave que consideramos fundamentais para o tecido empresarial português”, explica ao Dinheiro Vivo Pedro Pires de Miranda, Presidente Executivo da Siemens Portugal.

O responsável salienta que o “o foco principal são três projetos de investigação e desenvolvimento (I&D) que vamos levar a cabo com empresas nacionais, nas áreas da energia e da mobilidade”.

Um dos projetos é de data analytics e tem como destinatário os grandes consumidores e produtores de energia, permitindo, explica a Siemens, uma “otimização do mix energético em cada momento, através da melhoria da estrutura de custos dos clientes”. “O segundo projeto permite garantir disponibilidade de energia em locais remotos, sem necessidade de infraestrutura de rede. O projeto de mobilidade desenvolverá sistemas de carregamento inteligente para autocarros elétricos”, acrescenta a empresa.

“Estamos também focados na implementação de infraestruturas de co-criação e de desenvolvimento de conceitos e soluções, através de novos espaços de experimentação e laboratórios aplicacionais. Uma parte do investimentos destina-se à criação de emprego, em áreas altamente qualificadas e nas quais estamos a crescer, como as tecnologias de informação ou a indústria 4.0”, refere Pedro Pires de Miranda. A Siemens Portugal mantém o objetivo de contratar 240 novos colaboradores, altamente qualificados, em Portugal, até ao final de 2018.

A prioridade dos investimentos, adianta o responsável, foi “atribuída a projetos que criem novas oportunidades concretas com valor mensurável em clientes no âmbito da digitalização”. Ainda assim, “critérios como o rácio do investimento versus potencial de negócio são fundamentais” mas também “levámos em consideração fatores como a rapidez de implementação e o nível da sua replicabilidade a nível global. Os projetos já estão identificados, já passaram pela fase de conceito e estão neste momento na fase de desenvolvimento atribuídas a várias equipas multidisciplinares”, explica ainda Pedro Pires de Miranda.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Venda de andares

2018 vai trazer novo recorde: serão vendidas 170 mil casas

Fotografia: Orlando Almeida / Global Imagens

Câmaras passam a poder determinar encerramento de alojamento local

Jorge Jordão, presidente da CSP. D.R.

Dívida “esmagadora” limita confiança das empresas

Outros conteúdos GMG
Siemens investe 5 milhões em Portugal para acelerar digitalização