Siemens lidera grupo industrial no índice mundial de sustentabilidade Dow Jones

Empresa é líder global em seis categorias, incluindo inovação, cibersegurança e proteção ambiental relacionada com indústria e produtos

A Siemens foi considerada a empresa mais sustentável entre as 45 que integram o seu grupo industrial no Índice de Sustentabilidade Dow Jones (DJSI), anunciou a empresa, que obteve 81 pontos dos 100 possíveis.

No "ranking" atual, publicado este mês, a Siemens garantiu uma posição global de destaque nas áreas relatórios sociais e ambientais, inovação e cibersegurança e proteção do ambiente relacionada com a indústria e os produtos.

Lançado em 1999, o ​​​​​​​DJSI reconhece as empresas líderes em cada setor da indústria pelo seu desempenho responsável no âmbito económico, ambiental e social.

"Para nós, a sustentabilidade é um imperativo de negócio e parte integrante da estratégia da empresa. Este reconhecimento confirma, portanto, que a nossa estratégia está no caminho certo. Através do nosso novo enquadramento DEGREE estamos, mais uma vez, a intensificar consideravelmente os nossos esforços para alcançar uma maior sustentabilidade", diz, citada em comunicado, Judith Wiese, Chief People and Sustainability Officer e membro do conselho de administração da Siemens AG.

O DEGREE é o novo enqquadramento estratégico do grupo, apresentado em junho de 2021, por ocasião do Capital Market Day da Siemens. Cada letra no nome DEGREE representa uma área na qual a Siemens pretende desenvolver esforços para impulsionar o progresso: "D" significa descarbonização, "E" significa ética, "G" significa governança, "R" significa eficiência de recursos e o duplo "E" no final significa equidade e empregabilidade das pessoas que trabalham para a Siemens.

"Também em Portugal estas áreas são uma prioridade para a empresa. Todos os dias, as nossas equipas ajudam clientes e parceiros de setores como a indústria, infraestruturas, transportes ou saúde a resolverem os seus desafios de sustentabilidade. O nosso compromisso com a sociedade e o planeta é de longo prazo. E damos o exemplo nós próprios, minimizando continuamente o impacto das nossas operações no ambiente" refere, por seu turno, Pedro Pires de Miranda, presidente executivo da Siemens Portugal.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de