Resultados

Siemens Portugal duplica lucro para 15,3 milhões e contrata mais 240 pessoas

Siemens estuda fechar fábrica do Sabugo

A Siemens Portugal duplicou o lucro em 2017 para 15,3 milhões de euros e que fechou o ano com 433,4 milhões de euros em novas encomendas.

Em comunicado, a empresa afirma que vai reforçar a sua equipa durante o ano fiscal de 2018, que começou em outubro, prevendo a criação de 240 novos postos de trabalho “altamente qualificados, em tecnologias de informação, engenharia e serviços financeiros e de gestão, para os quais já está a recrutar”.

No ano passado, a empresa contratou 253 novos colaboradores, tendo terminado o ano fiscal de 2017, com um total de 2.022 colaboradores.

De acordo com o comunicado, o aumento foi sustentado pelo desempenho da empresa no ano fiscal de 2017, já que a empresa em setembro (fim do ano fiscal) registou encomendas de 433,4 milhões de euros, mais 10% face ao ano anterior.

O lucro líquido de 15,3 milhões de euros registado em 2017 é atribuído sobretudo à “boa performance” dos centros de competências de engenharia e de tecnologias de informação e centros de serviços partilhados “que operam em áreas como as energias renováveis, mobilidade elétrica, indústria e infraestruturas”, avança a empresa.

“Estas unidades exportam serviços e competências de engenharia para clientes em 37 países e empregam diretamente 1.080 pessoas”, acrescenta a Siemens Portugal.

Segundo o presidente executivo da Siemens Portugal, Pedro Pires de Miranda, atualmente a empresa tem em carteira “encomendas no valor de 850 milhões de euros, perspetivando que esse valor possa chegar aos 900 milhões de euros até ao final do ano”.

“São resultados como estes que nos dão a segurança e a confiança de que precisamos para continuar a investir no país”, disse Pedro Pires de Miranda.

De acordo com a empresa, em 2017 as exportações da Siemens Portugal ultrapassaram, pela primeira vez, os 100 milhões de euros, um aumento de 30% face ao período homólogo.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Fotografia: António Pedro Santos / Lusa

BCP devolve 12,6 milhões aos trabalhadores para compensar cortes salariais

light-1208275_1280

Bruxelas diz sim: Governo pode baixar IVA da luz de 23 para 6%

A presidente do Conselho das Finanças Públicas, Nazaré Costa Cabral. Fotografia: MANUEL DE ALMEIDA / LUSA

Conselho das Finanças elogia Centeno pelo “controlo das despesas”

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Siemens Portugal duplica lucro para 15,3 milhões e contrata mais 240 pessoas