internacionalização

SIMAB vai instalar cidade comercial na China

Fotografia: EPA/ROMAN PILIPEY
Fotografia: EPA/ROMAN PILIPEY

Acordo de parceria estratégico foi assinado esta semana com o Estado chinês. SIMAB é o maior acionista do mercado abastecedor de Lisboa, entre outros

O grupo SIMAB, empresa pública especializada na conceção, instalação e gestão de mercados abastecedores e municipais, vai instalar uma cidade comercial na China, anunciou a companhia presidida por Rui Paulo Figueiredo. O projeto, designado por ‘Cidade Comercial de Produtos Especiais – Cixi Global’ vai englobar mercado abastecedor, espaços retalhistas, zona de importação e exportação, show rooms e espaços de restauração, entre outras atividades comerciais.

O acordo de parceria estratégica com o Estado chinês, representado pelo Conselho Chinês para a Promoção do Comércio Internacional (CCPIT) e a sua subsidiária Zhong Mao Tou Management Inc, foi assinado esta semana. A Zhong Mao Tou Management Inc. é uma empresa estatal especializada na construção, operação e gestão de parques industriais estabelecidos e financiados pelo CCPIT.

São ainda parceiros nesta iniciativa o governo provincial da cidade chinesa de Cixi, na província de Zhejiang e o gigante do comércio internacional, EasyBest, anunciou a SIMAB, grupo que é acionista maioritário dos mercados abastecedores de Lisboa, Braga, Évora e Faro, em comunicado. “Para o sucesso desta cooperação, o governo provincial de Cixi fornecerá o terreno e o apoio político e logístico, enquanto o grupo SIMAB será responsável pela gestão do projeto, que vai desde a conceção e produção de estudos, à supervisão da construção, formação dos operadores, gestão do negócio e auxílio à importação e exportação de produtos alimentares”, pode ler-se no documento.

Os restantes parceiros ficarão, em articulação com a SIMAB, encarregues da operação do projeto.
O objetivo comum passa por “dar total atenção às vantagens dos envolvidos, complementar os pontos fortes uns dos outros, aumentar a competitividade e expandir em conjunto o mercado internacional”, lê-se no acordo assinado. A EasyBest terá a seu cargo a importação de alimentos de países europeus.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
fitch rating dívida riscos políticos

Taxa de juro da nova dívida cai para mínimo histórico de 1,8% em 2018

Fotografia: REUTERS/ Carlos Barria

China põe marcas de luxo a bater recordes

notas

Crédito cresce nas famílias mas ainda encolhe nas empresas

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
SIMAB vai instalar cidade comercial na China