aviação

Site e app da Ryanair sofrem apagão de 12 horas esta semana

Michael O'Leary, CEO da Ryanair. Fotografia: REUTERS/Francois Lenoir
Michael O'Leary, CEO da Ryanair. Fotografia: REUTERS/Francois Lenoir

Serviços via internet vão estar indisponíveis entre as 17 horas de quarta-feira (7 de novembro) e as 5 horas de quinta-feira (8 de novembro).

O site de internet e a aplicação para telemóveis da Ryanair vão sofrer um apagão entre as 17 horas de quarta-feira (7 de novembro) e as 5 horas de quinta-feira (8 de novembro), revela a companhia aérea em comunicado. Os serviços eletrónicos da empresa para o público estarão, portanto, interrompidos durante 12 horas.

O apagão deve-se a uma questão informática, “a uma atualização essencial do sistema de reservas”, pelo que “a Ryanair recomenda vivamente aos clientes que viajem na quarta-feira, dia 7 de novembro, e na quinta-feira, 8 de novembro, que garantam o seu check-in online e imprimam o seu cartão de embarque até terça-feira, 6 de novembro de 2018”.

“Os clientes devem fazer o check-in online antes ou depois dos horários” anunciados para o encerramento do site e das app. “O check-in online está disponível até duas horas antes da hora de partida do voo”, mas durante o período de encerramento dos referidos canais eletrónicos já não será possível, explica a empresa.

Assim, “não podem ser feitas novas reservas no site Ryanair.com e na app da Ryanair entre as 17h00 (TMG – Tempo Médio de Greenwich) de quarta-feira, 7 de novembro de 2018, e as 5h00 (TMG) de quinta-feira, 8 de novembro de 2018.

O TMG é a hora que vigora atualmente em Portugal.

Da mesma forma, também será impossível proceder a mudanças de voo (data/hora/rota) e alterações de nome durante o referido período de 12 horas.

Os serviços no aeroporto (check-in/bag drop) “abrem 2 horas antes da partida programada e o check-in antecipado da bagagem é altamente recomendado”. “Os balcões de entrega de bagagem fecham estritamente 40 minutos antes da hora programada de partida”, diz a empresa.

“Recomenda-se a todos os passageiros que viajem com bagagem de porão que cheguem ao aeroporto 2 horas antes do horário de partida do voo”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Poupança das famílias subiu no 2º trimestre

Deco pede medidas urgentes para travar crédito ao consumo

Elisa Ferreira, António Costa. Fotografia: Álvaro Isidoro/Global Imagens

Elisa Ferreira. Minas de lítio têm de “compensar impacto ambiental”

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira (E), e a ministra do Trabalho, Ana Mendes Godinho (D). Fotografia: ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Governo deixa cair referencial geral para aumento de salários

Site e app da Ryanair sofrem apagão de 12 horas esta semana