Indústria do calçado

Siza Vieira e Souto Moura também criam sapatos

Fotografia: Direitos Reservados
Fotografia: Direitos Reservados

O Traço é o mais recente projeto de calçado. Junta quatro arquitetos mas pretende desafiar mais

O projeto é de Marta de Pinho, mas junta quatro arquitetos, dois deles vencedores do prémio Pritzker, muitas vezes designado como o ‘Nobel da Arquitetura’. Álvaro Siza Vieira e Eduardo Souto Moura desenharam, cada um, um par de sapatos, um modelo unissexo que, em breve, chegará ao mercado.

A história é contada na mais recente edição da revista Portuguese Soul, da responsabilidade da APICCAPS, a associação portuguesa do calçado. E aí ficamos a saber que a ideia partiu de Marta de Pinho, arquiteta que fez, depois, um curso de design de calçado, em São João da Madeira, e que pretendia partir da formação de base para criar um produto final “único, absolutamente diferenciador e, em tudo, perfeito”.

Desafiou, então, a amiga Paula Nobre, também arquiteta, a constituir a empresa ‘O Traço’, responsável pelo desenvolvimento, produção e comercialização dos sapatos. E desafiou Siza Vieira e Souto Moura, dois dos melhores arquitetos do mundo, a desenharem dois modelos. Os dois arquitetos adoraram a ideia e não se ficaram pelo esboço. “Escolheram pessoalmente todos os materiais, definiram cada uma das cores, personalizaram todos os acabamos, fiscalizaram a produção dos protótipos, pormenorizaram cada um dos detalhes e adaptaram o desenho original às exigências do conforto e da funcionalidade sempre que tal se revelou necessário”, pode ler-se na revista.

Souto Moura desenhou um sapato, Siza Vieira uma sandália. Pele, couro e borracha foram os materiais selecionados e ambos os modelos são unissexo, “muito versáteis”, e vão estar disponíveis em várias cores. São produzidos à mão, por “experientes e dedicados artesãos” a indústria do calçado de São João da Madeira, ficamos ainda a saber.

“Verdadeiras e únicas peças de autor, nestes sapatos só o gosto e o gozo em usá-los se sobrepõe ao desejo de os expor e exibir como obras de arte que são”, pode ler-se no artigo.

A intenção das duas amigas é replicar esta parceria com outros arquitetos internacionais. Os primeiros modelos chegarão ao mercado este ano e estarão à venda online, bem como em lojas de referência, designadamente de museus, em todo o mundo.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Lisboa,  29/09/2020 - Ursula Von der Leyen, Presidente da Comissão Europeia.
(Paulo Alexandrino/Global Imagens)

Ursula von der Leyen. “Portugal é único e tem agora oportunidades maravilhosas”

Portugal's Prime Minister Antonio Costa speaks during presentation of the European and Portuguese Recovery and Resilience Plans, at Champalimaud Foundation, in Lisbon, Portugal, 29 September 2020. Ursula Von Der Leyen is in Lisbon for a two-day official visit. MÁRIO CRUZ/LUSA

Portugal recorrerá só a subvenções. Empréstimos só quando situação melhorar

ANTONIO COTRIM/ LUSA

Von der Leyen: Instrumento “SURE é um escudo para os trabalhadores e empresas”

Siza Vieira e Souto Moura também criam sapatos