Hotelaria

Sonae Capital investe 12 milhões para construir hotel em Santa Apolónia

Estação_Santa_Apolónia (800x600)

A Sonae Capital vai construir um hotel em Santa Apolónia, investindo 12 milhões de euros. Hotel abre portas em 2021.

Tal como o Dinheiro Vivo tinha noticiado a Sonae Capital vai construir o hotel em Santa Apolónia. A cotada informou esta segunda-feira, 21 de janeiro, o mercado que: “foi adjudicada à sua participada The House Ribeira Hotel – Exploração Hoteleira, S.A. (doravante The House Ribeira), a subconcessão para instalação e exploração de uma Unidade Hoteleira no Edifício da Estação Ferroviária de Santa Apolónia, em Lisboa, no âmbito do concurso lançado pelo IP Património – Administração e Gestão Imobiliária, S.A.”.

“O modelo do concurso em questão pressupõe que o investimento necessário à reabilitação e adaptação do edifício, estimado em, aproximadamente, 12 milhões de euros, será da responsabilidade do
subconcessionário. As condições da subconcessão, considerando as rendas contratualizadas e o investimento referido, são atrativas face aos valores de arrendamento disponíveis para Unidades Hoteleiras em Lisboa”, refere ainda a empresa em comunicado à CMVM.

Em comunicado, a Sonae Capital explica ainda que “o período da subconcessão ascende a 35 anos, encontrando-se os dois primeiros anos isentos do pagamento de rendas”. A abertura desta unidade hoteleira, com 120 quartos, está prevista para o primeiro semestre de 2021.

O negócio de hotelaria da Sonae Capital conta com cinco unidades hoteleiras em exploração, das quais três estão localizadas no Porto (Porto Palácio Hotel, The House Ribeira Hotel e The Artist Porto Hotel & Bistro) e duas em Tróia (Aqualuz Tróia e Tróia Residence), refere a companhia em comunicado.

Em outubro, quando o Dinheiro Vivo avançou com a notícia que a Sonae Capital ganhou o concurso para a exploração de um hotel em Santa Apolónia, Miguel Gil Mata, CEO da Sonae Capital, admitia que havia “um conjunto de obstáculos” a ultrapassar até poder afirmar que o investimento será uma certeza. Confrontado com a possibilidade de avançar já em 2019 com o projeto hoteleiro, Miguel Gil Mata afirmava na altura que “é uma possibilidade”, mas que “há que passar por diversos crivos” e “formalidades” e auferir da viabilidade.

(notícia atualizada pela última vez às 17:36)

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
fitch rating dívida riscos políticos

Taxa de juro da nova dívida cai para mínimo histórico de 1,8% em 2018

Fotografia: REUTERS/ Carlos Barria

China põe marcas de luxo a bater recordes

notas

Crédito cresce nas famílias mas ainda encolhe nas empresas

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Sonae Capital investe 12 milhões para construir hotel em Santa Apolónia