Retalho Alimentar

Sonae investe 20 milhões na Azambuja e cria 300 empregos

azambuja-press

Expansão da rede de hiper e supermercados levou à ampliação do entreposto que serve a metade sul do país.

A Sonae MC vai investir cerca de 20 milhões de euros na ampliação do entreposto da Azambuja. A expansão de área do centro de distribuição da dona do Continente, que serve a metade sul do país, obrigou à suspensão parcial do Plano Director Municipal (PDM) da Azambuja. Obra vai criar 300 novos postos de trabalho.

O crescimento do Continente e das restantes insígnias da Sonae MC, que detém ainda a marca Meu Super, levou a este investimento do grupo. “Conseguimos acomodar esse aumento de atividade nos mesmos espaços ao longo de muitos anos através da otimização contínua nas nossas operações, mas chegámos a um ponto em que isso já não é possível”, diz Rui Braz, diretor de Desenvolvimento Logístico da Sonae MC ao Dinheiro Vivo. A Sonae MC tem vindo a expandir a sua rede de lojas, só o ano passado abriu 22 Continente e 18 Meu Super em todo o país, segundo o Sale Index 2019, da Marktest Consulting.

Ritmo de expansão que não se prevê abrandamento. No prospeto da oferta pública da Sonae MC (entretanto cancelada) a empresa indicava que, entre 2019 e 2021, previa abrir “cerca de 50-60 lojas Continente Bom Dia, 4-8 lojas Continente Modelo e cerca de 150 lojas de formatos adjacentes”, sem especificar localizações nem que regiões iriam ser reforçadas.

Em maio, a Sonae anunciou, num encontro com colaboradores, que só este ano pretendia abrir 40 supermercados Meu Super este ano, distritos como Braga, Coimbra, Setúbal e Faro apontados como “estratégicos”. Um crescimento da rede que mantém o ritmo registado em 2018, ano em que abriram mais 40 Meu Super em todo o país.

No entreposto da Azambuja, que serve o Sul, a “ampliação será de aproximadamente 20.000 metros quadrados e dedicada aos produtos frescos. A nova infraestrutura será construída com materiais e equipamentos que nos permitem atingir patamares de referência a nível mundial em eficiência energética e sustentabilidade ambiental.”

O projeto vai exigir um investimento de 20 milhões de euros, valor que poderá ser superior “em função de investimentos adicionais que estão em estudo na área da automação”, refere ainda Rui Braz. O aumento de área do centro de distribuição – “gémeo do entreposto da Maia que garante o abastecimento da metade norte do país” – obrigou à suspensão parcial do PDM da Azambuja, pois o mesmo, em vigor há 23 anos e em fase de revisão, não é compatível com a ocupação e transformação dos terrenos para as empresas já existentes, nem com o rácio para lugares de estacionamento necessários, noticiou O Mirante.

O arranque da obra depende da conclusão do processo de licenciamento, mas a Sonae MC conta “poder iniciar os trabalhos já no segundo semestre deste ano por forma a estarem concluídos antes do verão de 2020”, adianta o diretor de desenvolvimento logístico. Não está prevista a suspensão da atividade.

Dada a dimensão da obra, Rui Braz admite que “existirão condicionamentos”, porém, “estão acautelados com soluções de contingência para este período. A operação não sofrerá qualquer paragem.”

Com o novo espaço serão criados 300 novos empregos. “A maior parte logo nos primeiros anos de operação, mas prevemos chegar à totalidade dos empregos adicionais dentro de 10 anos.”

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

1400 empresas já pediram para aderir ao novo lay-off, apoios só a 28 de abril

Antonoaldo Neves, presidente executivo da TAP. Fotografia: Adelino Meireles/Global Imagens

TAP também vai avançar com pedido de layoff

Veículos da GNR durante uma operação stop de sensibilização para o cumprimento do dever geral de isolamento, na Autoestrada A1 nas portagens dos Carvalhos/Grijó no sentido Sul/Norte, Vila Nova de Gaia, 29 de março de 2020. MANUEL FERNANDO ARAÚJO/LUSA

Mais de 80 detidos e 1565 estabelecimentos fechados

Sonae investe 20 milhões na Azambuja e cria 300 empregos