Tecnologia

Sonaecom vende WeDo Technologies por 62 milhões de euros

WeDo Technologies
Rui Paiva, presidente executivo da WeDo Technologies. Foto: D.R.

Venda da empresa tecnológica portuguesa de combate à fraude está condicionada a várias condições suspensivas.

A Sonaecom vendeu a WeDo Technologies por 70 milhões de dólares (62,3 milhões de euros). A empresa tecnológica de combate à fraude liderada por Rui Paiva vai passar para os norte-americanos da Mobileum. O negócio está sujeito a várias condições suspensivas – não identificadas – e ainda poderá render mais 27 milhões de dólares (24 milhões de euros) à Sonaecom.

“Sonaecom, SGPS, S.A. (“Sonaecom”) informa que, na presente data, a sua subsidiária Sonae Investment Management – Software and Technology, SGPS, S.A. (“Sonae IM”), chegou a acordo com a Mobileum, Inc. (“Mobileum”), nos termos do qual a Sonae IM alienará à Mobileum a totalidade do capital social e dos direitos de voto da sociedade WeDo Consulting – Sistemas de Informação, S.A. (“WeDo Technologies”)”, refere o comunicado divulgado na noite de quarta-feira na página da CMVM – Comissão do Mercado de Valores Mobiliários.

O documento refere também que “a concretização da transação está condicionada à verificação de um conjunto de requisitos estipulados pelas partes (condições suspensivas), da qual dependerá, portanto, a produção de efeitos daquela transação”.

Leia mais: WeDo Technologies aposta no 5G e em novos modelos de negócio

Além dos 70 milhões de dólares já encaixados nesta operação, a Sonaecom ainda poderá receber até 27 milhões extra, uma “componente diferida e variável, em função da performance do negócio combinado até 31 de dezembro de 2021″.

A WeDo Technologies pertencia à Sonae IM, o braço de investimento tecnológico da Sonaecom. A Sonae IM refere que ” prossegue a estratégia de gestão ativa do seu portefólio de empresas de base tecnológica, com o objetivo de consolidar a sua posição de investidor de referência a nível internacional, reforçando ao mesmo tempo o trajeto de crescimento e afirmação da WeDo Technologies no mercado global, o que representa uma clara oportunidade para a empresa e para as suas pessoas”.

Pode conhecer um pouco melhor o trabalho da WeDo Technologies através deste episódio do programa do Dinheiro Vivo Made in Portugal – Combate à fraude é o ‘segredo’ da portuguesa WeDo Technologies.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Angel Gurría, secretário-geral da OCDE, e Pedro Siza Vieira, ministro da Economia. Fotografia: Diana Quintela/ Global Imagens

OCDE. Famílias portuguesas podem perder 50% do rendimento se vier uma nova crise

Angel Gurría, secretário-geral da OCDE, e Pedro Siza Vieira, ministro da Economia. Fotografia: Diana Quintela/ Global Imagens

OCDE. Famílias portuguesas podem perder 50% do rendimento se vier uma nova crise

Alberto Souto de Miranda
(Gerardo Santos / Global Imagens)

Governo. “Participar no capital” dos CTT é via “em aberto”

Outros conteúdos GMG
Sonaecom vende WeDo Technologies por 62 milhões de euros