Energia

Sonangol negoceia venda da posição na Galp

Fotografia: Filipe Amorim / Global Imagens
Fotografia: Filipe Amorim / Global Imagens

A petrolífera angolana pretende fechar o negócio com brevidade e encontra-se, neste momento a aguardar a aprovação da família Amorim.

A Sonangol está a negociar a venda da sua participação na Galp com as companhias internacionais do setor com presença, avança o Jornal de Negócios esta terça-feira. O desfecho depende apenas do fator preço.

A petrolífera angolana pretende fechar o negócio com brevidade e encontra-se, segundo o mesmo jornal, neste momento a aguardar a aprovação da família Amorim, com a qual partilha a participação na Galp, através da Amorim Energia.

A Sonangol pretende transformar-se numa Agência Nacional de Petróleo e tem, por essa razão, em marcha uma estratégia de venda de empresas participadas e de desinvestimento. O objetivo é abandonar a produção de petróleo e concentrar-se na atribuição de concessões e regulação.

Para fechar as contas de 2018 com perspetivas de um saldo de caixa positivo para o ano seguinte, a Sonangol precisa de vender ativos na ordem dos quatro a cinco mil milhões de dólares (3,5 a 4,3 mil milhões de euros).

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
trabalho emprego comissão europeia

Bruxelas quer criar 5 novos impostos e dar 15 mil milhões de euros a Portugal

Vieira da Silva, ex-ministro do Trabalho e Segurança Social. 
Fotografia: Natacha Cardoso / Global Imagens

Governo deve reforçar apoios sociais e aos jovens e rever o lay-off

covid 19 portugal casos coronavirus DGS

1356 mortos e 31292 casos confirmados de covid-19 em Portugal

Sonangol negoceia venda da posição na Galp