Sporting

Sporting vende créditos de contrato com a NOS por 65 milhões

Frederico Varandas, presidente do Sporting.

(Filipe Amorim / Global Imagens)
Frederico Varandas, presidente do Sporting. (Filipe Amorim / Global Imagens)

A SAD leonina vendeu hoje os créditos que iria receber no âmbito de um acordo celebrado com a NOS em 2015.

A SAD do Sporting encaixou 65 milhões de euros com a venda de créditos relativos ao contrato celebrado com a NOS.

“Os créditos cedidos servirão para colateralizar a emissão de obrigações titularizadas até ao reembolso integral das mesmas”, refere a SAD leonina num comunicado divulgado esta quarta-feira.

Os créditos agora alienados dizem respeito ao contrato efetuado com a NOS em dezembro de 2015. No contrato, o Sporting cedeu os direitos de transmissão televisiva e multimédia, de exploração da publicidade estática e virtual do Estádio José Alvalade, de distribuição do canal Sporting TV e direitos de patrocinador principal”. O acordo envolve um montante total de 515 milhões de euros.

A venda vem dar oxigénio à situação financeira da SAD verde e branca. No final de fevereiro, a sociedade referiu que as suas necessidades de tesouraria até junho se situavam em 41 milhões de euros.

“Esta operação permitiu o encaixe financeiro no montante de 65.000.000 euros, destinando-se as receitas líquidas da mesma a substituir passivos, financeiros e não-financeiros”, segundo a SAD.

Se falhasse pagamentos a fornecedores, o clube arriscava a possibilidade de se poder inscrever nas competições europeias no final de março. Até ao fim de setembro de 2018, a SAD do Sporting recebeu mais de 205 milhões de euros do contrato com a NOS, entre pagamentos, adiantamentos ou créditos.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Greve de motoristas de matérias perigosas parou o país, em abril. 
(MÁRIO CRUZ/LUSA

Nova greve dos camionistas dia 12. Pré-aviso já foi entregue

Assunção Cristas e Bruno Bobone, na sede da Câmara de Comércio e Indústria Portuguesa, nos Restauradores
(ANTÓNIO COTRIM/LUSA)

Cristas apela a empresários para darem mais força à oposição

Assunção Cristas e Bruno Bobone, na sede da Câmara de Comércio e Indústria Portuguesa, nos Restauradores
(ANTÓNIO COTRIM/LUSA)

Cristas apela a empresários para darem mais força à oposição

Outros conteúdos GMG
Sporting vende créditos de contrato com a NOS por 65 milhões