Automóvel

T-Roc, o SUV da Autoeuropa, chega em novembro a partir dos 20 mil euros

T-Roc irá contar com seis motores. Fotografia: DR
T-Roc irá contar com seis motores. Fotografia: DR

Segmento dos SUV deverá representar 40% das vendas da marca Volkswagen nos próximos anos

“Nascer confiante”. Foi desta forma que a Volkswagen apresentou pela primeira vez o T-Roc ao mercado, no Lago de Como, perto de Milão (Itália). Esta quarta-feira, a marca alemã mostrou o veículo utilitário desportivo (SUV) que está a ser produzido na Autoeuropa, em Portugal. Entre o público, destaque para o ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral. O T-Roc chega às estradas europeias a partir de novembro e vai contar com preços a partir dos 20 mil euros.

“O segmento dos SUV é de crucial importância económica”, destacou Herbert Deiss, presidente da marca Volkswagen. “Esperamos um grande crescimento nos próximos anos. Acreditamos que os SUV vão crescer 50% nos próximos 10 anos. Isto afetará todas as regiões, como a Europa, a China e os Estados Unidos. Será um dos segmentos mais procurados”, acrescentou.

A Volkswagen conta que até 2027 existam 11 milhões de veículos desta categoria, que deverão gerar 40% das vendas da marca nos próximos anos. Para isso, a fabricante instalou várias tecnologias para o T-Roc, como o sistema front assist – reconhece peões e trava automaticamente se for necessário -, o assistente de emergência se o condutor perder o controlo, o digital cockpit e a integração com o smartphone. Além disso, o T-Roc irá reconhecer o condutor e adaptar-se às preferências a nível de climatização e entretenimento.

Estão previstos seis motores, a gasolina e gasóleo, com até 190 cavalos de potência. Os primeiros T-Roc serão comercializados a partir de novembro no mercado europeu, seguindo-se a China e os Estados Unidos. A produção deste modelo será feita em exclusivo na Autoeuropa, que recebeu um investimento de 677 milhões de euros para a construção de uma plataforma própria para o o fabrico deste SUV.

(Notícia atualizada às 20h18 com mais informação)

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Cristina Casalinho, presidente do IGCP. Fotografia: Diana Quintela/Global Imagens

Juros negativos recorde para Portugal no primeiro leilão após saída de “lixo”

Frota da Ryanair está 100% ocupada

Remarcações estão a dar “lucro” à Ryanair

Mário Centeno. Fotografia: MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Recapitalização da CGD fora do défice se der retorno futuro

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
T-Roc, o SUV da Autoeuropa, chega em novembro a partir dos 20 mil euros