aviação

TAP admite voar dos Açores para os EUA nos próximos anos

REUTERS/Rafael Marchante
REUTERS/Rafael Marchante

A rota não vai operar em 2019, mas o gestor da TAP garante será possível nos próximos dois ou três anos.

O presidente do Conselho de Administração da TAP admitiu esta terça-feira ser “muito difícil” que a empresa opere dos Açores para os Estados Unidos da América em 2019, mas afiançou que tal deve suceder num prazo de “dois, três anos”.

“Nesta altura o que posso dizer é que será difícil, muito difícil, que seja no próximo ano”, disse Miguel Frasquilho em Ponta Delgada, ao ser questionado sobre uma eventual futura operação direta da TAP entre os Açores e cidades norte-americanas.

Contudo, o gestor da TAP diz-se convencido de que “num prazo de dois a três anos” voar diretamente da região autónoma para os Estados Unidos “possa ser possível”.

Frasquilho falava após a administração da TAP ter sido recebida pelo presidente do Governo Regional dos Açores, Vasco Cordeiro, na véspera de um encontro dos administradores da transportadora aérea a decorrer na maior cidade do arquipélago.

“Temos vindo a aumentar a operação para outras zonas do país, é o caso também aqui da Região Autónoma dos Açores”, disse ainda o gestor, valorizando a presença em Ponta Delgada para o encontro dos quadros superiores da transportadora aérea.

Já Vasco Cordeiro destacou o “desenvolvimento do setor do turismo”, que torna a questão das acessibilidades aéreas “decisiva” para os Açores.

“Há uma fortíssima componente, cada vez mais relevante, da importância do transporte aéreo com a economia da região, com o que tem a ver com a criação de riqueza e de emprego nos Açores”, disse o chefe do executivo açoriano.

O governante disse ainda ter a expectativa de que “se reforce” da parte da TAP a presença na região em termos de operação, “dando resposta a um aumento de procura” do arquipélago.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa (D), agraciou o empresário, Alexandre Soares dos Santos (E), com a Ordem de Grã-Cruz de Mérito Empresarial, no Palácio de Belém, em Lisboa, 20 de abril de 2017. 

Fotografia: PAULO NOVAIS/LUSA

Morreu Alexandre Soares dos Santos, o senhor Jerónimo Martins (1934 – 2019)

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa (D), agraciou o empresário, Alexandre Soares dos Santos (E), com a Ordem de Grã-Cruz de Mérito Empresarial, no Palácio de Belém, em Lisboa, 20 de abril de 2017. 

Fotografia: PAULO NOVAIS/LUSA

Marcelo condecora Soares dos Santos: empresário de “responsabilidade social”

ng3091740

O dono do Pingo Doce sobre o Estado, a crise e a Europa

Outros conteúdos GMG
TAP admite voar dos Açores para os EUA nos próximos anos