aviação

TAP anuncia três novos destinos a partir do Porto

Fotografia: Regis Duvignau/ Reuters.
Fotografia: Regis Duvignau/ Reuters.

A companhia aérea portuguesa começa a voar para estes locais este verão.

Bruxelas, Lyon e Munique são os novos destinos europeus da TAP a partir do aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, anunciou a companhia aérea em comunicado.

Os voos para Bruxelas, a capital da Bélgica, arrancam no dia 1 de julho, com duas frequências diárias. As partidas do Porto são às sete horas e às 17:35, com chegada a Bruxelas às 10:30 e 21:05, respetivamente.

Para Lyon, em França, e para Munique, na Alemanha, a TAP começa a operar no dia 1 de setembro. Os voos para Lyon serão diários e terão dois horários: a saída do Porto é às 06:30 e a chegada a Lyon está marcada para as 09:35 ou às 18:30 e chegada às 21:35. Para Munique, a operação da TAP arranca com um voo diário, com partida do Porto às 12:15 e chegada à cidade alemã às 15:55.

As novas rotas da TAP representam um aumento de 34% de ligações diretas do Porto à Europa, comparativamente com o ano passado, de acordo com a transportadora, que acrescenta: “Este investimento da TAP no Porto é também possível graças ao reforço de aeronaves”. A TAP receberá 37 novos aviões até ao final deste ano e 71 até 2025.

Já em 2018, a companhia tinha aumentado o número de ligações à Europa, com o arranque da operação para Barcelona, Londres, Milão e Ponta Delgada. A TAP passa, assim, a operar 19 rotas diretas do Porto para a Europa, Estados Unidos e Brasil, num total de 288 frequências semanais.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ministro das Finanças, Mário Centeno, intervém durante a  conferência "Para onde vai a Europa?", na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, 22 de março de 2019. MÁRIO CRUZ/LUSA

Próximo governo vai carregar mais 8 mil milhões em dívida face ao previsto

O ministro das Finanças, Mário Centeno, intervém durante a  conferência "Para onde vai a Europa?", na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, 22 de março de 2019. MÁRIO CRUZ/LUSA

Próximo governo vai carregar mais 8 mil milhões em dívida face ao previsto

Motoristas de matérias perigosas em greve concentrados na Companhia Logística de Combustiveis - CLC.
Fotografia: Paulo Spranger / Global Imagens

Combustíveis. Sindicato conseguiu mais 200 sócios com greve

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
TAP anuncia três novos destinos a partir do Porto