Coronavírus

Táxis da Free Now com desconto para trabalhadores de saúde

Imagem de um táxi da Free Now na cidade de Lisboa. (Fotografia cedida pela Free Now)
Imagem de um táxi da Free Now na cidade de Lisboa. (Fotografia cedida pela Free Now)

Viagens com 40% de desconto são asseguradas por uma frota de 150 veículos associados à aplicação para táxis.

Os trabalhadores da área da saúde têm táxis com desconto a partir desta quinta-feira. A iniciativa é da aplicação Free Now e serve para médicos, enfermeiros, auxiliares, seguranças e administrativos que estão a ajudar os portugueses na luta contra o novo coronavírus (Covid-19).

Na tarifa Táxi Herói, as viagens têm um desconto de 40%, numa frota de mais de 150 veículos nas cidades de Lisboa e do Porto. Para beneficiar deste desconto, os profissionais de saúde têm de enviar um e-mail para ajuda@free-now.com

Nestas deslocações, a Free Now não vai cobrar qualquer comissão aos motoristas e os táxis vão passar por um processo de desinfeção e será colocada uma divisória entre o passageiro e o condutor. Estas medidas seguem as recomendações da Direção-Geral da Saúde e o decreto do Governo relativo ao estado de emergência, que limitou as condições de circulação dos táxis.

Mesmo os táxis que não trabalhem para a Free Now podem aderir a este serviço, tendo de entrar em contacto com a plataforma.

“Esta é a nossa forma de contribuir e de agradecer a todos os profissionais de saúde, que têm sido incansáveis, que diariamente lutam por todos nós e que continuam a precisar de se deslocarem para os hospitais e unidades de saúde. Acreditamos que este serviço é uma forma de facilitar essa deslocação, que pode assim ser feita com maior conforto e segurança. Tudo isto, só é possível porque contamos com a colaboração dos motoristas de táxi, que nestas alturas de crise sempre se demonstraram solidários, os quais também olham para esta iniciativa como uma forma de agradecer o espírito de entrega e sacrifício destes profissionais”, salienta Sérgio Pereira, responsável da Free Now em Portugal, citado em nota de imprensa.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa, Pedro Siza Vieira, ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, e Ana Mendes Godinho, ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social.  MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Salários, crédito, moratórias e rendas. O que vai ajudar famílias e empresas

EPA/Enric Fontcuberta

Mais de 100 mil recibos verdes candidataram-se ao apoio à redução da atividade

A ministra da Saúde, Marta Temido.. JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

295 mortos e 11 278 casos confirmados de covid-19 em Portugal

Táxis da Free Now com desconto para trabalhadores de saúde