vinho do Porto

Taylor’s lança LBV 2015 em edição comemorativa

Alistair Robertson (à esquerda), presidente não executivo da Taylor's, e Adrian Bridge, CEO da empresa. Fotografia: Direitos Reservados
Alistair Robertson (à esquerda), presidente não executivo da Taylor's, e Adrian Bridge, CEO da empresa. Fotografia: Direitos Reservados

É uma das categorias especiais do vinho do Porto e ajudou a dinamizar as vendas do sector. A primeira garrafa de LBV foi lançada há 50 anos

Sabe o que é um Late Bottled Vintage? Se respondeu que é um vinho do Porto, está correto. Mas não é só. É uma das categorias especiais de vinho do Porto, “selecionado pela sua elevada qualidade” e engarrafado “depois de um período de envelhecimento de entre quatro a seis anos”. A “maioria está pronta a ser consumida na altura da compra, mas alguns continuam o seu envelhecimento em garrafa”, pode ler-se no site do Instituto dos Vinhos do Douro e Porto. O que talvez não saiba é que esta categoria de vinho do Porto existe há apenas 50 anos e que foi a Taylor’s a pioneira na sua criação. E para assinalar o 50º aniversário do lançamento do primeiro LBV, a marca do grupo The Fladgate Partnership anunciou uma edição comemorativa que chegará ao mercado na primavera.

“Quando em 1970 avançamos com o lançamento do LBV pretendíamos responder às exigências do consumidor, que tinham mudado radicalmente. Este desejava um vinho do Porto de alta qualidade a preço acessível e sem complicações relativamente ao consumo. A Taylor’s respondeu a estas necessidades com um novo conceito de vinho do Porto, o LBV. Vinho de um só ano, de alta qualidade, com preço acessível, pronto a ser e bebido na altura do engarrafamento, sem necessidade de decantação e que podia ser apreciado ao copo, ao longo de várias semanas”, explica, em comunicado, Alistair Robertson, presidente não executivo da empresa. Que acrescenta: “O Taylor’s LBV foi inicialmente encarado com ceticismo por alguns membros do comércio de vinho do Porto, mas rapidamente foi um sucesso retumbante, inicialmente no mercado inglês e depois nos outros mercados, tendo atuado como um catalisador para atrair novos consumidores para o vinho do Porto.”

Já o CEO, Adrian Bridge, refere: “A Taylor’s, desde o início da sua atividade em 1692, é especialista na comercialização de vinho do Porto premium, sendo atualmente responsável por 1/3 das vendas de categorias especiais. Tem sido a locomotiva que tem desbravado o caminho para o vinho do Porto de qualidade no mundo”. Este responsável defende que o lançamento do LBV, em 1970, “desencadeou um grande aumento da procura por vinhos do Porto de alta qualidade”, não só na Europa, onde a Grã-Bretanha é o principal consumidor, mas alastrando rapidamente o interesse para a América do Norte com os Estados Unidos e o Canadá, que se tornaram “clientes muito importantes”. A crescente procura de LBV levou a Taylor’s a fazer “grandes investimentos, introduzindo métodos e tecnologias paradigmáticas quer na viticultura quer na enologia e construíndo novos armazéns com condições ótimas para o envelhecimento” do vinho, dotando a empresa de uma “grande flexibilidade para responder às crescentes necessidades do cada vez maior número de mercados”.

A marca está hoje presente em 103 mercados e garante que “permanece a líder da categoria LBV a nível mundial”. Uma em cada cinco garrafas de vinho do Porto compradas no Reino Unido é de LBV. A categoria representa mais de um quarto da totalidade de vinhos do Porto vendidos no Canadá. O LBV 2015 terá um preço de venda ao público de 15 euros e as suas receitas irão “financiar iniciativas adicionais de sustentabilidade” da Taylor’s, que serão “oportunamente divulgas”, refere a empresa em comunicado.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
A Poveira, conserveira. Fotografia: Rui Oliveira / Global Imagens

Procura de bens essenciais dispara e fábricas reforçam produção ao limite

Fotografia: Regis Duvignau/Reuters

Quase 32 mil empresas recorrem ao lay-off. 552 mil trabalhadores em casa

coronavírus em Portugal (covid-19) corona vírus

266 mortos e 10 524 casos confirmados de covid-19 em Portugal

Taylor’s lança LBV 2015 em edição comemorativa