Telecomunicações

TDT. “É algo muito remoto”, adianta Miguel Almeida

A Meo/ Altice tem até 2023 a concessão da TDT mas já anunciou não vai renovar a licença, depois do corte de 15% dos preços.

“É um processo que não analisamos”, diz Miguel Almeida, CEO da NOS, quando questionado sobre se a operadora teria interesse em participar num eventual concurso para a concessão da TDT.
A Meo/ Altice tem até 2023 a concessão da TDT, mas depois do corte de 15% dos preços da TDT imposto pela Anacom, a empresa liderada por Alexandre Fonseca não vai renovar a licença.
“É algo muito remoto”, diz Miguel Almeida sobre uma eventual participação da companhia num futuro concurso.
A NOS divulgou esta sexta-feira os resultados relativos a 2018 e registou uma subida dos lucros de 15,8% para 141,4 milhões de euros.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Lisboa, 16/07/2019 - Decorreu hoje parte de uma reportagem sobre, empregos criados pelas empresas de partilha de veículos em Portugal..
Acompanhamos a recolha, carregamento e reparação das trotinetes partilhadas da Circ.

(Orlando Almeida / Global Imagens)

Partilha de veículos dá emprego a mais de 500 pessoas

Lisboa, 16/07/2019 - Decorreu hoje parte de uma reportagem sobre, empregos criados pelas empresas de partilha de veículos em Portugal..
Acompanhamos a recolha, carregamento e reparação das trotinetes partilhadas da Circ.

(Orlando Almeida / Global Imagens)

Partilha de veículos dá emprego a mais de 500 pessoas

António Mexia, CEO da EDP. Fotografia: REUTERS/Pedro Nunes

Saída de clientes da EDP já supera as entradas

Outros conteúdos GMG
TDT. “É algo muito remoto”, adianta Miguel Almeida