5 coisas que tem mesmo de fazer antes de se livrar do seu telemóvel

Limpar os dados do telemóvel exige alguns cuidados, mas não é nada que não possa fazer sozinho, desde que tenha algum tempo. Só assim poderá garantir a segurança da sua informação.

Hoje em dia um telemóvel já é muito mais um mini-computador do que um simples telefone. Um smartphone permite aceder a emails, às contas bancárias ou ao MB Way, a aplicações de saúde ou de seguros, por exemplo, a inúmeras aplicações que usam dados pessoais, ou simplesmente a gigas e gigabytes de fotografias e de vídeos da família e das mais diversas situações. São tantas as funcionalidades que, quando chega a altura de trocar de telemóvel, é essencial pensar na preservação da nossa informação.

Já pensou no que poderia acontecer se estes dados fossem parar às mãos de outra pessoa - ou porque vendeu o seu smatphone antigo para comprar um mais moderno, ou porque o deu a alguém ou arrumou num canto e ele acabou por desaparecer?

Esta é uma situação perfeitamente evitável se cumprir alguns procedimentos (aborrecidos, é certo), que são imprescindíveis para não pôr a segurança dos seus dados em causa. Basta que limpe o seu telemóvel e já não irá permitir que outra pessoa possa aceder às suas contas pessoais. As dicas que se seguem vão ajudar neste processo, segundo o portal Money Talk News:

1. Faça um backup de tudo

O seu smartphone provavelmente tem uma funcionalidade que permite transferir toda a informação para outro aparelho, de forma fácil, rápida e segura. Mas não deve confiar nela para transferir tudo o que precisa.

User um serviço na nuvem (cloud), do tipo DropBox ou Google One, para guardar fotos, vídeos, músicas e outros ficheiros, que deve transferir manualmente. Nesse processo pode até aproveitar, se tiver tempo, para "limpar" alguns dos ficheiros que não quer preservar.

Pode parecer-lhe que está a duplicar uma tarefa que até já fez automaticamente através da tal funcionalidade, mas só assim garante que não vai perder informação valiosa para si.

2. Apague os dados das contas

É muito provável que deixe que o seu browser guarde as passwords de acesso aos sites que usa. Todos sabemos que esta é uma forma fácil e rápida de não se esquecer dos inúmeros logins. Mas da mesma forma que funciona para si, poderá funcionar para alguém que aceda ao seu telemóvel. E não vai querer que isso aconteça, obviamente.

Certifique-se que apagou todas estas informações e que fez logout em todas as contas e/ou sites que tem geralmente abertos. Limpe o histórico do seu/s browser/s.

3. Transferir a autenticação de dois fatores

Muitas das suas contas estão protegidas pelo fator de autenticação. O que é bem mais seguro do que as passwords. A autenticação de dois fatores é, explicado de forma simples, um método de segurança que combina uma palavra-passe com um código de confirmação que é automaticamente enviado para dispositivos fidedignos, por email ou SMS, por exemplo. Para um ladrão é muito difícil entrar na conta de alguém que esteja protegida desta forma - a não ser que tenha acesso também ao tal dispositivo fidedigno.

Mesmo que queira destruir o seu velhinho telemóvel e não vendê-lo ou dá-lo, pense sempre primeiro em salvaguardar a autenticação, caso contrário pode mesmo perder acesso às suas contas.

Se utiliza um fator de autenticação, procure transferir primeiro que tudo a app dessa conta para o seu novo telemóvel. As suas mais comuns são: Google Authenticator e Microsoft Authenticator.

4. Retire o cartões SIM e de memória

Não se esqueça também das componentes físicas amovíveis do seu telemóvel. São elas os cartões SIM (hoje já substituídos em muitos equipamentos por eSIM), que usa para fazer/receber chamadas e o cartão de memória, caso tenha.

5. Faça um reset completo

Pode parecer-lhe que não faz sentido nenhum tomar todas as precauções anteriores quando o seu telemóvel permite simplesmente apagar todo o conteúdo e definições (reset de fábrica), permitindo que fique como se tivesse chegado agora de fábrica, completamente novo.

Mas basta fazer uma simples pesquisa na Internet para aceder a inúmeros tutoriais que permitem reverter este reset de fábrica - sim, porque até pode fazê-lo por engano. Não faz por isso sentido que deixe para traz informação que alguém possa vir a utilizar. Veja aqui como fazer o reset no iPhone e nos dispositivos Android.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de