Andres Ortolá é o novo direitor-geral da Microsoft Portugal. Paula Panarra assume cargo mundial

Microsoft Portugal era desde 2016 liderada por Paula Panarra, que sai agora para ser diretora global de vendas da área de retalho e bens de consumo. Sucede-lhe o gestor argentino Ortolá, com experiência de duas décadas na área.

José Varela Rodrigues
D.R © Andres Ortolá, diretor-geral da Microsoft Portugal, e Paula Panarra, diretora global de vendas da área de retalho e bens de consumo

A Microsoft anunciou esta quinta-feira alterações na liderança da subsidiária portuguesa. A partir de 1 de janeiro de 2022, o gestor argentino Andres Ortolá será o diretor-geral da Microsoft Portugal, enquanto a atual líder, Paula Panarra, assume o cargo de diretora global de vendas da área de retalho e bens de consumo, com responsabilidades a nível mundial.

Em comunicado, a Microsoft esclarece que Ortolá, que está na tecnológica há vinte anos, vai liderar a Microsoft em Portugal, numa altura em que a organização tem já mais de 1.400 profissionais no país. O foco é o "apoio ao segmento empresarial, ao setor público e aos parceiros, nos seus processos de transformação digital, assim como em estabelecer novas alianças e colaborações que ajudem a impulsionar as áreas de inovação e sustentabilidade, mas também incrementar a confiança no digital".

Até aqui Andres Orotlá diretor-geral das Filipinas. Entrou na Microsoft em 2000, passando pelas áreas de consultoria, vendas e marketing. Foi também regional technology leader e regional business manager para contas globais para os mercados português, espanhol, italiano e grego, até que saiu para a Quest Software, no Dubai. Aí, liderou "a operação da tecnológica no Médio Oriente, a que se seguiu uma passagem pela IBM, onde ocupou cargos como director of sales for software e diretor de marketing para o Médio Oriente e África. Regressou à Microsoft em 2014, passando pela área de clientes corporate e chegando a liderar o segmento empresarial em SIngapura.

"Estou muito entusiasmado por integrar a equipa portuguesa e dar continuidade ao excelente trabalho que tem sido desenvolvido até aqui", afirma o novo diretor-geral da Microsoft Portugal.

A fasquia é elevada para Ortolá, segundo a própria Microsoft. "Sob a liderança de Paula Panarra, a Microsoft Portugal estabeleceu alianças estratégicas com grandes empresas e entidades públicas, elevou as iniciativas dos mais de 3.700 parceiros nacionais e colocou em marcha projetos com elevado impacto social, como o Building the Future e o Ativar Portugal".

Por sua vez, Paula Panarra deixa a Microsoft Portugal, que liderava desde 2016, para ser diretor global de vendas da área de retalho e bens de consumo. A gestora portuguesa ficará "responsável pelo desenvolvimento do negócio de Dynamics 365 e Power Platform, neste setor, a nível mundial".

Paula Panarra é licenciada em Engenharia Química-Biotecnologia, tendo mais de 20 anos de experiência profissional. Assumiu ao longo da sua carreira diferentes funções, destacando-se a passagem pela Procter & Gamble, onde esteve 15 anos. Entrou na Microsoft em 2010, como diretora de marketing e, ao fim de três anos na tecnológica passou a diretora executiva de marketing & operações. Seguiu-se em 2016 a direção-geral da tecnológica em Portugal.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG