Apple. iPhone 12 lidera na recuperação de vendas em 2021

Venda de smartphones deverá aumentar em 50% e o primeiro lugar é atribuído ao iPhone 12 Pro e ao iPhone 12 Pro Max.

De acordo com o novo estudo realizado pela Digitimes, em 2021, a venda de smartphones deverá aumentar em cerca de 50% para os 340 milhões de unidades vendidas no primeiro trimestre. Tal feito deve-se, principalmente, ao desempenho dos mais recentes modelos da gigante tecnológica Apple - o iPhone 12 Pro e o iPhone 12 Pro Max.

Com uma quebra de mercado notória no ano 2020, que afetou de igual forma os sistemas "rivais" iOS e Android, esta recuperação tem sido um marco para a empresa.

No ano 2019, e segundo o mesmo estudo, o smartphone mais vendido foi o iPhone XR da Apple, no entanto, em 2020 o mesmo lugar foi ocupado pelo iPhone 12. Agora, o esperado até ao final do mês de março, é que as vendas deste modelo atinjam as 150 milhões de unidades, o que significa, para a marca, um aumento de 38%.

No entanto, e ainda que a manter a segunda posição nesta corrida e a registar um forte aumento na procura pelos seus equipamentos, a Samsung tem vindo a apresentar uma ligeira queda e vê-se ameaçada pela tecnológica Xiaomi.

Relativamente recente neste mercado, espera-se que a Xiaomi apresente um grande crescimento enquanto fabricante de Android, conseguindo mesmo, até ao final de março, vender mais de 90 milhões de smartphones e registando assim um crescimento de 80% em comparação ao mesmo período do ano anterior.

Já no que respeita à Huawei, a Digitimes estima que esta enviará menos de 20 milhões de smartphones para ficar em sexto lugar no primeiro trimestre de 2021.

A Apple, a Samsung e a Huawei foram os três principais fornecedores de telemóveis 5G em 2020, representando mais de 70% das "remessas" globais.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de