Dropbox vai cortar 315 postos de trabalho

O serviço de armazenamento Dropbox anunciou que vai reduzir o número de trabalhadores em 11%, o equivalente a 315 postos de trabalho.

Numa mensagem assinada pelo co-fundador e CEO, Drew Houston, a Dropbox anuncia "as notícias difíceis" de que irá fazer reduções à força de trabalho, algo que irá afetar os trabalhadores a nível global.

"Esta é uma mensagem difícil para mim e desejava escrever com melhores notícias. Tomámos a decisão difícil de reduzir o tamanho da nossa força de trabalho global em cerca de 315 pessoas, aproximadamente 11% da empresa", indica o CEO na nota. O mesmo responsável acrescenta que esta redução, "embora dolorosa", é necessária para implementar novas estratégias.

O CEO da empresa de São Francisco recorda que, na última primavera, fez a promessa aos trabalhadores de manter os postos de trabalho, mas que, ao olhar para os primeiros planos de 2021, tornou-se "claro de que era preciso fazer mudanças para ter um negócio saudável no futuro".

A empresa justifica esta redução de postos de trabalho com a adaptação a uma nova realidade, ligada ao teletrabalho, que implica equipas menores e também menos recursos alocados ao apoio às atividades presenciais nos escritórios. "Por exemplo, a nossa política de Virtual First implica que são precisos menos recursos para apoiar o nosso ambiente de escritório, portanto estamos a fazer uma redução nesse investimento e a alocar recursos para alavancar o nosso ambicioso roadmap de produto."

Já em outubro a empresa tinha anunciado que as atividades diárias nos escritórios passariam para um plano secundário, dando primazia ao trabalho remoto. Essa tem sido, aliás, uma tendência notória em várias tecnológicas.

Além desta redução, a tecnológica anunciou também que a chief operating officer (COO), Olivia Nottebohm, vai abandonar a empresa, com efeitos a partir de dia 5 de fevereiro. Na extensa mensagem o CEO agradece o contributo da COO, sem avançar detalhes sobre quem poderá assumir o cargo num momento de viragem da empresa.

As ações da Dropbox desciam 4,36% na sessão desta quarta-feira, para uma cotação de 22,58 dólares, cerca de 18,57 euros.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de