Google Maps lança atualizações com tecnologia para o interior (realidade aumentada incluída)

Live View. A nova funcionalidade do Google Maps com realidade aumentada que vai impedir que se perca dentro dos aeroportos ou centros comerciais. Não falta também sistema que dá prioridade a novas rotas mais amigas do ambiente (para menor consumo de combustível) e tem alertas de alergias.

A Google anunciou esta terça-feira mais uma grande atualização, desta feita na plataforma de navegação, o Google Maps. Com melhorias de navegação indoor, e através de inteligência artificial, a gigante tecnológica espera trazer até ao final do ano mais de 100 melhorias para otimizar a aplicação de navegação.

Algumas destas novidades são hoje conhecidas e, entre elas, está a possibilidade de se guiar, através da aplicação, também em espaços interiores.

Navegue em ambientes interiores com o Live View

Quem nunca se perdeu num aeroporto, numa estação de comboios ou num centro comercial? Quando pensamos estar a ir na direção certa e, na verdade, é mesmo o oposto.

Para evitar este tipo de situações que podem ser muito inconvenientes e causar atrasos indesejados, o Live View é alimentado por uma tecnologia chamada localização global. Através da IA digitaliza dezenas de milhares de milhões de imagens do Street View para saber qual a sua localização.

Graças aos novos avanços que ajudam a entender a altitude precisa e o posicionamento de objetos dentro de um edifício, esta funcionalidade é agora aplicada a espaços indoor.

Quanto aos aeroportos ou estações de comboios, a ideia é que seja mais fácil encontrar, por exemplo, as escadas rolantes ou o elevador mais próximo, a plataforma de embarque, o local para recolha de bagagem, balcões de check-in, as bilheteiras, as casas de banho ou até pontos de multibanco. Para isso, basta seguir as setas e as instruções dadas pela aplicação para chegar ao destino pretendido.

No que respeita aos centros comerciais, o Live View pode ser útil para encontrar aquela loja que nunca se lembra em que piso é que fica, ou a casa de banho mais próxima sem ter de percorrer todo o edifício.

Informações sobre o clima e a qualidade do ar

Outra grande novidade apresentada pela gigante tecnológica na mais recente atualização, diz respeito aos detalhes do clima e da condição do ar. Ao fixar um "alfinete" no mapa padrão, o utilizador poderá conferir informações sobre a qualidade do ar na região escolhida, muito útil para usuários que possam sofrer de alergias, por exemplo, e da meteorologia para as próximas horas.

Os dados de empresas parceiras como The Weather Company, AirNow.gov e o Central Pollution Board, vão alimentar essa base de dados e começarão a ser implementados no Android e iOS ao longo dos próximos meses.

O recurso será disponibilizado em primeiro na Austrália, Estados Unidos e Índia, com outros países já em "lista de espera".

Encontrar opções mais ecológicas para se movimentar

A Google está a implementar novidades "amigas do ambiente" na aplicação. Ao marcar um destino, os utilizadores poderão ver os caminhos e as rotas mais eficientes, em vez de visualizarem as que as de maior ou menos duração nos Estados Unidos.

Ainda neste domínio, a aplicação alerta para as zonas de baixa emissão de carbono para as cidades que as possuem. Assim, permite que os utilizadores saibam quando os seus veículos são ou não permitidos. Este recurso chega em junho à Alemanha, Espanha, Países Baixos, França e Reino Unido.

O Google Maps também está a incluir uma nova forma de visualizar o tempo estimado de viagem para diferentes tipos de transporte (carro, bicicleta ou a pé). Utilizando modelos avançados de machine learning, o Maps vai priorizar automaticamente os modos preferidos do utilizar - e, inclusivamente, vai aproveitar os modos de navegação mais populares na cidade em questão.

Economize tempo com a recolha de compras no Maps

As entregas e a recolha de compras e produtos cresceram durante a pandemia, e perspetiva-se que assim continue. Para facilitar ainda mais este processo, o Maps traz informações úteis sobre compras para os perfis de negócios das lojas, como por exemplo fornecedores de entregas, locais de recolha e de entrega, taxas e pedidos mínimos de encomendas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de