Passadeiras inteligentes desenvolvidas em Portugal implementadas na Islândia

Yunex Traffic, que nasceu em 2021 de uma cisão da Siemens Mobility, criou em Portugal um novo conceito de passadeira de peões. Projeto foi implementado na Islândia, onde a inovação é considerada já "caso de sucesso".

A Yunex Traffic Portugal anunciou esta terça-feira que o novo conceito de passadeira de peões inteligente, que recorre a energia de fontes renováveis e melhora a segurança dos transeuntes, criado em Portugal, foi implementado na Islândia, onde "tem-se mostrado um caso de sucesso no desafio de tornar o tráfego de peões mais seguro".

A Yunex Traffic nasceu em 2021 após um carve-out (separação) da Siemens Mobility. A nova empresa desenvolve soluções de tráfego e mobilidade inteligente, em ambiente startup. A partir de Portugal, esta empresa "desenvolveu e criou de raiz" um novo tipo de passadeiras de peões, que recorre a energia de fontes renováveis para melhorar a segurança do "agente mais vulnerável da estrada: o peão".

"Esta solução, criada e desenvolvida em Portugal, já começou a ser exportada para outros países. Na Islândia, onde foi implementada em agosto do ano passado, o novo conceito tem-se mostrado um caso de sucesso no desafio de tornar o tráfego de peões mais seguro", garante a Yunex em comunicado.

O novo conceito de passadeiras consiste no sistema SiWalk, densenvolvido em Portugal por esta empresa vinda da Siemens. Como funciona? "Com um sistema de luz inteligente, [a passadeira] deteta automaticamente a aproximação dos peões e ilumina a passadeira quando alguém tem a intenção de atravessar a rua, aumentando a segurança em horas de menor visibilidade, ou em condições de visibilidade reduzida", explica a empresa.

O sistema é controlável remotamente e ilumina-se automaticamente em três eixos diferentes, mas combinados simultaneamente. Como assim? Quando algum peão é detetado a aproximar-se da passadeira, a passadeira aciona a Luz superior Omniflow. Trata-se de um um set de 30 LED, capaz de duplicar a intensidade da luz superior, realçando a visibilidade da passadeira. "Esta unidade também produz energia a partir de uma turbina eólica e de um painel solar, que por sua vez fornecem energia ao sistema completo".

Este sistema contempla também sinais verticais retro iluminados, que "comunicam e informam o veículo da intenção de que há um peão que quer ou vai atravessar a estrada". Por último, este conceito reforça a iluminação do piso. "Cada faixa da passadeira possui dois quadrados que se iluminam quando um peão é detetado, alertando os condutores dos veículos, sem o encadear com a luz", lê-se.

A inovação foi instalada numa rua "com bastante tráfego e perto de uma escola, em Reiquejavique, capital da Islândia, em parceria com o município da cidade". Segundo Grétar Þór Ævarsson, especialista em tráfego do departamento de Transportes e Design da cidade, "esta nova forma de desenhar passadeiras aumenta a segurança rodoviária na capital do país".

A empresa afiança que o feedback do município e dos habitantes da capital da Islândia é positivo, visto que o sistema implementado abriu "o debate sobre a necessidade de outras implementações em zonas estratégicas, de tráfego intenso".

Para o responsável pela Yunex Traffic em Portugal, Miguel Rodrigues, "é de se esperar que se debata cada vez mais a necessidade de ter este tipo de sistemas em zonas onde o tráfego é muito intenso e se sabe que há mais possibilidade de haver acidentes com vítimas mortais".

"Os transportes, a tecnologia, as cidades inteligentes, o investimento e a sustentabilidade são temas que vão marcar cada vez mais as nossas vidas, sendo a mobilidade inteligente incontornável. E, hoje em dia, o modo pedonal assume cada vez mais um papel importante na mobilidade urbana, pelo que este projeto é um excelente exemplo de que a tecnologia também aqui pode ter um papel determinante". argumenta.

"Em Portugal, a aposta também será cada vez mais nesse sentido", afirma.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de