Perfumes inteligentes e robôs cozinheiros: o melhor dos novos gadgets no CES 2021

A parte mais interessante de percorrer os muitos quilómetros de feira no CES Las Vegas todos os anos é ver em primeira mão ideias arrojadas, protótipos inusitados e gadgets que nunca pensámos que poderiam existir. A feira é em formato virtual este ano, por causa da pandemia de covid-19, mas isso não significa que haja escassez de startups com ideias mirabolantes ou gadgets diferenciados. Esta é uma amostra de algumas propostas interessantes que vimos até agora nas estantes virtuais do evento.

Ninu, o primeiro perfume inteligente do mundo

Por esta não esperávamos, mas o CES 2021 introduziu-nos o primeiro perfume high-tech. Através de uma app de inteligência artificial, o Ninu liga-se a um mestre de perfumaria virtual chamado "Pierre" que ajuda o utilizador a criar o seu aroma para cada dia. Ninu é uma criação do esloveno Marko Matijevic e permite que o utilizador faça combinações de notas, de forma a inventar um perfume que se adapte ao seu estado de espírito ou ocasião. Se o aroma do fim-de-semana for muito forte para o trabalho, "Pierre" suaviza. Se a ideia é ter um perfume excitante, "Pierre" adiciona umas notas exóticas. Há versão feminina e masculina desta ideia francamente genial.

Cutti, o robô-companheiro para o confinamento

Com um formato amigável e um ecrã razoável, o Cutti é uma criação da CareClever destinado a mitigar o isolamento social e declínio cognitivo dos mais idosos. Foi concebido antes da pandemia de covid-19 mas a sua utilidade tornou-se inegável perante os longos meses de confinamento e isolamento a que a comunidade idosa, em especial, tem sido sujeita. A interação é feita por gestos e voz, o que retira a barreira da complexidade do uso de tecnologia numa população com menor experiência digital. O seu lançamento comercial está marcado para o final de 2021, estando a ser testado em residências para seniores na França e Estados Unidos.

Square Off, um tabuleiro de xadrez com IA

Os indianos da Square Off criaram o que chamam de primeiro tabuleiro computorizado de xadrez rolável do mundo. É um tabuleiro de xadrez rolável, conectado, que permite aos utilizadores jogarem xadrez contra a inteligência artificial embebida no dispositivo. Segundo os criadores, será lançado comercialmente em março deste ano e é ideal para "estudantes de xadrez, profissionais e entusiastas" deste jogo.

HealthyU, o monitor doméstico para eletrocardiogramas

Este pequeno aparelho é uma criação da californiana HD Medical que se tornou muito mais relevante no mundo pandémico. O dispositivo dobra como estetoscópio e máquina de eletrocardiograma de 7 derivações para usar em casa e monitorizar a evolução de um paciente de forma remota.

Não tem fios e além do eletrocardiograma mede o ritmo cardíaco, sons dos pulmões, temperatura, ritmo respiratório, saturação de oxigénio no sangue, tensão arterial e outros indicadores de saúde.

Numa consulta de telemedicina, este aparelho permite ao médico auscultar o coração e pulmões do paciente de forma remota, usando a tecnologia HD Steth da empresa. Segundo disse ao Dinheiro Vivo a porta-voz da empresa, o dispositivo estará disponível para comercialização no terceiro trimestre de 2021 nos Estados Unidos e mercados internacionais e poderá ser adquirido tanto por instituições de saúde como público em geral.

YogiFi, o tapete de yoga conectado

Se há bicicletas estáticas de 1500 euros e espelhos de exercício a 1200, porque não um tapete de yoga tecnológico? Esta é a essência do YogiFi Mat, um tapete de yoga interativo criado pela Wellnesys que dá instruções em tempo real ao utilizador e corrige a sua forma e postura durante a sessão de ioga. Numa altura em que os ginásios estão fechados, o tapete liga-se à YogiFi App e a empresa prepara-se para lançar a "Immersive Studio Experience", fazendo uso de realidade aumentada e virtual para "transportar" o consumidor na jornada do ioga.

Moley Robot Kitchen, o robô cozinheiro

Foi por isto que esperámos tantos anos enquanto víamos "Os Jetsons" e os britânicos da Moley Robotics entregaram no CES 2021. Depois de seis anos de investigação, a empresa criou um robô doméstico capaz de cozinhar sozinho e até de limpar a desarrumação a seguir. Incorpora, segundo os criadores, design italiano e tecnologia alemã (nota-se que foi concebido antes do Brexit). Não só permite escolher entre cerca de 5 mil receitas pré-disponíveis como dá aos utilizadores a possibilidade de gravarem as suas próprias receitas familiares.

O Moley Kitchen funciona através de uma combinação de sensores e câmaras ópticas (não óticas, isso está relacionado com áudio) para mapear os ingredientes, panelas e utensílios necessários à confecção. É necessário usar panelas e tachos próprios, cujos marcadores orientam o robô. O sistema óptico do Moley deteta quando um alimento é derramado e limpa a área, antes e depois da confecção. E em tempos de covid-19, há uma lâmpada UV integrada para eliminar germes na zona de cozinha.

Feher Helmet, o capacete com ar condicionado

Criação de Steve Feher, este é um capacete de proteção com um sistema de ar condicionado integrado, que se carrega com bateria. A ideia é que as alterações climáticas estão a trazer condições cada vez mais extremas de calor e um chapéu ou capacete de proteção com ar condicionado pode ser a chave para resistir às temperaturas extremas.

Segundo Steve Feher, estes capacetes usam uma tecnologia de esfriamento termoelétrico de estado sólido Peltier para produzir ar sub-ambiental e refrescar o couro cabeludo - o que resulta na redução de toda a temperatura corporal. Ao contrário da aplicação de gelo, que começa excessivamente frio e aquece rapidamente, as tampas de resfriamento destes capacetes fornecem resfriamento consistente a seco durante todo o dia. Dão para uma redução de até cerca de 5º em relação à temperatura ambiente e têm botão de ligar e desligar, com indicador de estado da bateria.

O CES 2021 arrancou na segunda-feira e decorre de forma virtual até quinta-feira, 14 de janeiro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de