Singapura testa robô de limpeza contra o coronavírus

Cientistas de Singapura criaram um robô que imita os gestos humanos para ajudar os profissionais do serviço de limpeza durante a pandemia.

O “XDBOT” (Robô de extrema desinfeção) tem a forma de uma caixa retangular montada sobre seis rodas e dispõe de um braço articulado, movimentado por controlo remoto. O equipamento chega a locais difíceis de limpar, como debaixo das camas ou das mesas de um escritório.

Criado por cientistas da Universidade Tecnológica de Nanyang (NTU), o robô também contém um tubo para higienizar grandes superfícies.

O robô é comandado por um computador ou tablet, o que reduz o risco de infeção pelo vírus que já matou mais de 140.000 pessoas no mundo.

“Ao controlar o novo robô à distância, um operador humano pode manobrar com precisão o processo de desinfeção, sem nenhum contato com as superfícies”, explica o cientista da NTU que coordenou o projeto, Chen I-Ming.

O XDBOT foi testado num campus universitário e os seus criadores desejam testá-lo em locais públicos e hospitais.

Singapura, visto inclusive como um dos estados que atuou de forma mais eficaz para evitar a propagação do vírus, enfrenta uma segunda onda de contágios de covid-19. Na quinta-feira registou um aumento recorde de infecções em 24 horas, com 728 novos casos, sobretudo em locais de grande população ou que abrigam trabalhadores estrangeiros.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de