Teste ao poderoso Samsung S20+. Mais leve era impossível

Veja o teste a um dos smartphones de 2020, o Samsung Galaxy S20+, com câmaras notáveis e mais fino e leve do que os rivais.

Numa altura em que os smartphones estão longe da prioridade das pessoas, mas não ter um é estar mais longe de apps, notícias, mensagens, videochamadas e contacto social em geral, surgem novos modelos que brilham mesmo sem adquirir novos formatos.

Os últimos meses tiveram no mundo dos topos de gama mais mediáticos (nas marcas que mais vendem) os novos Samsung S20, o novo Huawei P40 (sem serviços Google - quem quiser ter pode contar com o P30 Pro New Edition) e o iPhone SE (a segunda geração e o iPhone mais barato, abaixo dos 500 euros).

Analisamos então o topo de gama da Samsung, S20 Plus - agora ainda há acima deste o ‘rei’ S20 Ultra (com preço acima dos 1300 euros). À primeira vista (e ao primeiro toque), o S20 Plus perde o jack dos auscultadores e distingue-se por ser tão leve e fino. O novo modelo nesta versão que testámos (sem 5G, depois há a versão 5G também disponível) tem 6,7 polegadas de ecrã (o já conhecido e muito elogiado AMOLED 2X), o pequeno punch hole onde jaz a câmara selfie e tem algum rebordo à volta do ecrã, que não tem nada de mal já que evita toques não desejados só por estarmos a segurar o aparelho.

Só como comparação, o S20 Plus ou S20+ com 186 gramas e 7,8mm de espessura é mais leve e fino do que iPhone 11 Pro Max (226 gramas e 8,1mm) e Huawei P40 Pro (209 gramas e 9mm). Pode parecer um pormenor, mas sente-se a diferença no uso e numa altura em que os telefones estão tão sofisticados em tantos capítulos e em níveis algo semelhantes, esta é uma diferença notória.

O que alimenta o S20+ depois, além da enorme bateria de 4500 mAh é o processador Exynos 990 (7 nm+) - nos EUA é usado Snapdragon 865 (7 nm+) -, com 8GB de RAM e uma performance do melhor que podemos encontrar num smartphone.

As câmaras também estão no topo do espectro dos smartphones, mesmo que não sejam tão eficazes quanto o Huawei P40 Pro à noite e com zoom acima das 20x, mas andam lá bem perto e a lente de grande angular dá as imagens mais afastadas que vimos no mercado (13mm) - está ao mesmo nível da do iPhone 11 Pro. A capacidade de fotografar e gravar vídeos até 8K também é notável, incluindo o útil Estabilizador Ótico de Imagem.

A adaptação ao Android que a Samsung faz tem algumas vantagens já conhecidas, não só na forma como é fácil dividir o ecrã e fazer duas coisas ao mesmo tempo, mas também pela forma como é possível editar e alterar imagens e vídeos e usar realidade aumentada para criar efeitos peculiares.

E ajuda ter um ecrã com uma rapidez e fluídez no uso incrível graças à taxa de atualização do ecrã até 120 Hz - na verdade mesmo usando com 60 Hz (dá para controlar) é notável e permite, assim, poupar bateria.

Onde o S20+ podia ser melhor é reconhecimento facil para desbloquear o telefone e no leitor de impressão digital no ecrã.

Características das 4 câmaras:

- 12 MP, f/1.8, 26mm (wide), 1/1.76", 1.8µm, Dual Pixel PDAF, OIS

- 64 MP, f/2.0, 29mm (telefoto), 1/1.72", 0.8µm, PDAF, OIS, 1.1x zoom ótico, 3x zoom híbrido

- 12 MP, f/2.2, 13mm (ultrawide), 1.4µm, Super Steady video

- 0.3 MP, TOF 3D, f/1.0, (profundidade)

A FAVOR: Poderoso, leve e fino; Zoom melhorado; Bom software de edição; Câmaras do melhor que existe; 120 Hz taxa de atualização

CONTRA: Preço elevado (é a gama S mais cara de sempre); Desbloqueio por reconhecimento facial não é perfeito; Já não tem jack para auscultadores.

Preço oficial S20 Plus: 1029 euros

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de