carros elétricos

Tesla já sabe onde vai instalar supercarregadores em Portugal

Fotografia: REUTERS/Sam Mircovich
Fotografia: REUTERS/Sam Mircovich

Condeixa-a-Nova, Estremoz e Castro Verde são os três concelhos que até final de 2017 vão receber estas estações de carregamento rápido

A Tesla atualizou no início desta semana o mapa de instalação de supercarregadores (supercharger) em Portugal. Condeixa-a-Nova, Estremoz e Castro Verde são os três concelhos que até final de 2017 vão receber estas estações, que permitem uma autonomia de 270 quilómetros em apenas 30 minutos, o dobro das estações de carregamento rápido públicas.

Os supercarregadores da marca de Elon Musk deverão ser instalados em locais que tenham vários equipamentos em redor, como restaurantes ou áreas de serviço. O Dinheiro Vivo sabe que as concessionárias das autoestradas foram sondadas pela Tesla para a instalação destas estações de carregamento.

Em dezembro de 2016, a previsão da Tesla apontava para a instalação de um supercarregador no percurso entre Lisboa e Porto, outro no Alentejo e o terceiro na zona do Algarve. Com o mapa publicado esta semana, fica claro que a região do Alentejo vai contar não com um, mas sim dois supercarregadores.

Enquanto os supercarregadores da Tesla não chegarem, os proprietários destes carros elétricos podem dirigir-se ao locais de carregamento no destino: três estão localizados entre Lisboa e Cascais, um situa-se no Porto e o outro está instalado em Ribeira de Pena. Através destes postos, estes carros ganham até 54 quilómetros de autonomia por hora.

Desde o final de 2016 que a marca norte-americana tem entrado em Portugal. Depois do registo oficial, no início de 2017 começou a aceitar, a título oficial, encomendas de veículos. Antes da instalação fixa de um concessionário e de um centro de serviços em Lisboa, a Tesla tem apostado na loja temporária localizada junto à Casa da Música, no Porto.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
TimVieira_1-1024x683

“Fui quem mais investiu e mais perdeu no Shark Tank. E também quem ganhou mais”

João Lourenço, Presidente de Angola. Fotografia: ESTELA SILVA/LUSA

Dívida externa angolana financiou “enriquecimento ilícito de uma elite”

Lisboa, 12/06/2019 - Mariana Vieira da Silva, ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, fotografada esta tarde nos estúdios da TSF, durante uma entrevista 'A Vida do Dinheiro'  TSF/Dinheiro Vivo.
( Gustavo Bom / Global Imagens )

Mariana Vieira da Silva: Repetir a geringonça “é possível e desejável”

Outros conteúdos GMG
Tesla já sabe onde vai instalar supercarregadores em Portugal