restauração

TheFork. “Temos fidelizado uma boa percentagem daqueles que usam a plataforma”

Insider The Fork-5

Decorre até 28 de outubro o TheFork Fest, com descontos de 50% em restaurantes de luxo nacionais. Sérgio Sequeira faz balanço da operação nacional

É um festival para foodies e que dá acesso a restaurantes de luxo com descontos de 50% em toda a carta. A terceira edição do TheFork Fest decorre ate 28 de outubro e apresenta descontos em mais de 120 restaurantes em Lisboa, Porto, Algarve e Funchal.

Sérgio Sequeira, country manager do TheFork, aplicação detida pela TripAdvisor que permite fazer reservas para restaurantes, faz um balanço da operação no mercado nacional.

  1. Fotog SérgioA TheFork fechou uma parceria com o Instagram permitindo fazer reservas em restaurantes a partir desta rede social. Porquê?

O Instagram é a plataforma preferida de todos os foodies, onde partilham todas as suas experiências gastronómicas. E formam-se comunidades de foodies, que trocam sugestões entre eles e que estão sempre à procura das novidades do mundo da comida. Os próprios restaurantes também usam esta rede social para se darem a conhecer e os utilizadores começam a seguir cada vez mais os seus restaurantes preferidos. Por isso, pareceu-nos uma união de forças perfeita. Com esta parceria, os restaurantes passam a ter um botão de reserva no seu perfil de Instagram, permitindo uma reserva direta com o The Fork.

  1. Que impacto os restaurantes têm sentido com esta nova opção? O que já representa ou pode vir a representar este novo canal de reserva?

Esta nova opção vai ajudar a aumentar a presença online dos restaurantes, para além de ser um novo canal de reservas. O grande objetivo é simplificar o processo de reserva de restaurantes. A reserva online é uma opção cada vez mais comum para quem quer almoçar e jantar fora e os restaurantes também se têm apercebido que o Instagram é um ótimo canal de comunicação para os seus clientes ou potenciais clientes e esta parceria permite transformar a descoberta em ação. Para além disso, oferecemos aos restaurantes uma solução de software, o TheFork Manager, que permite otimizar a gestão de reservas, agilizar operações e melhorar o serviço e a receita. Em menos de um mês, temos já mais de 280 restaurantes aderentes. O feedback tem sido muito positivo.

  1. Que outras funcionalidades têm vindo a adicionar à vossa aplicação no sentido de potenciar adesão de restaurantes e de utilizadores?

Para além de nos dedicarmos constantemente para aumentar a oferta de restaurantes na nossa plataforma, temos também trabalhamos no sentido de torná-la mais user friendly. Introduzimos um separador POP, com os restaurantes mais acessíveis em termos de preço. O TheFork arrancou com restaurantes de topo em Portugal e sentimos a necessidade de abrir o leque para chegarmos a mais públicos. Recentemente, lançamos também o INSIDER, uma ferramenta que seleciona os melhores restaurantes do momento, desde os restaurantes mais galardoados àqueles que toda a gente recomenda, incluindo restaurantes com rating superior a 9.0 no TheFork e um preço mínimo de 25 euros.

Também criámos coleções de acordo com diferentes critérios, seja por tipo de cozinha, ambiente e descontos para ajudar os utilizadores mais indecisos. Outra das vantagens do TheFork é a oferta constante de descontos diários em vários restaurantes e a possibilidade de angariar pontos que podem ser convertidos em vales de desconto para reservas futuras através da plataforma.

Todos os anos temos também vários eventos como é o caso do TheFork Fest que oferece 50% de desconto em dezenas de espaços e o Restaurant Week em que os restaurantes criam um menu próprio que custa apenas 20 euros.

  1. Que resultados a aplicação tem vindo a ter no mercado português? Como tem evoluído em número de restaurantes aderentes, utilizadores/reservas?

Os resultados têm sido muito positivos. Entrámos na rede TheFork com mais de 850 restaurantes e agora contamos com mais de 2200, e é neste sentido que temos trabalhado e vamos continuar a trabalhar. No primeiro trimestre de 2018, por exemplo, o número de reservas subiu relativamente ao período homólogo do ano anterior e são clientes que conseguimos fidelizar, ou seja, que voltam a utilizar o TheFork para escolher e reservar uma mesa. Queremos ter cada vez mais restaurantes disponíveis na plataforma para que os nossos clientes a usem para todas as vezes que querem almoçar ou jantar fora.

  1. O The Fork Fest já arrancou O ano passado introduziram a Madeira no roteiro. Que novidades este ano?

Nesta terceira edição quisemos consolidar a relação com os restaurantes das cidades em destaque. Em Portugal existem centenas de restaurantes de qualidade que merecem ser divulgados e, por isso, trabalhámos para aumentar o número de parceiros em Lisboa, Porto, Funchal e Algarve. Este ano temos mais de duas dezenas de parceiros em relação ao ano passado. Claro que o grande número se centra nas duas grandes cidades, mas no Algarve, por exemplo, estamos a trabalhar com diversos restaurantes em várias cidades. No Funchal, cerca de vinte espaços aderiram à iniciativa.

  1. Que impacto o TheFork tem tido ao nível de aumento de reservas/receitas nos restaurantes aderentes? Quais os objetivos este ano?

A nossa plataforma tem sido uma ótima ferramenta para os restaurantes aumentarem a sua clientela. A dinâmica e a apresentação do TheFork servem para os clientes reservarem restaurantes que já conhecem, mas também para conhecerem novos restaurantes. O que significa que, para além de simplificarmos o processo de reserva, servimos também de espaço de promoção para os nossos parceiros. Os nossos objetivos passam por termos cada vez mais parceiros que ofereçam um serviço de excelência, mas queremos ter uma vasta oferta em termos de tipos de cozinha e em termos de território. A nossa plataforma entra em ação num momento crucial da tomada de decisão e apresentamos argumentos que tornam os restaurantes ainda mais apelativos, como é o caso dos descontos diários entre os 30% e 50% em vários espaços e, por isso, contribuímos para aumentar o fluxo de clientes nos restaurantes.

  1. É um evento que fideliza? Ou seja, o cliente repete a experiência ou falamos aqui de uma clientela não habitual que tira partido da promoção associada ao evento?

Temos conseguido fidelizar uma boa percentagem daqueles que usam a plataforma pela primeira vez neste tipo de eventos como o TheFork Fest ou o Restaurant Week. A mecânica de reserva é acessível e intuitiva, tornando-se uma opção clara para se reservar uma mesa. Para além do processo, o conteúdo também é muito apelativo. Temos restaurantes de topo com descontos diários e o nosso programa de pontos também é um enorme incentivo para que os clientes continuem a utilizar o TheFork.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

RODRIGO ANTUNES / LUSA

Governo reúne motoristas e patrões em nova maratona de “intransigências”

Posto de abastecimento de combustíveis REPA (Rede Estratégica de Postos de Abastecimento) no Porto (ESTELA SILVA/LUSA)

Revendedores de combustíveis esperam acordo “o mais brevemente possível”

Outros conteúdos GMG
TheFork. “Temos fidelizado uma boa percentagem daqueles que usam a plataforma”