Tilray arrenda 20 hectares ao Esporão para aumentar produção de canábis

Farmacêutica canadiana anunciou acordo com a casa agrícola para aumentar área de cultivo de canábis medicinal.

A Tilray, com uma unidade de produção e processamento de canábis para fins medicinais em Portugal, pretende expandir a operação e anunciou esta quarta-feira um acordo com a empresa agrícola Esporão para o arrendamento de 20 hectares de terra para o cultivo ao ar livre destas plantas.

Em comunicado, a subsidiária portuguesa da farmacêutica canadiana, a Tilray Portugal, explica que a nova área de cultivo no Alentejo junta-se aos cinco hectares explorados em Cantanhede, onde a empresa tem ainda 6500 metros quadrados dedicados à produção, ao processamento e à pesquisa.

A exploração no Esporão arrancou já com a colocação das plantas na terra, em julho, esperando-se a colheita neste outono.

"O Esporão fornecerá no local suporte operacional e técnico a uma equipa de especialistas da Tilray, incluindo horticultores, produtores e gestores de qualidade. Neste novo local de cultivo serão realizados o crescimento, a colheita e a secagem de materiais de canábis medicinal que depois serão transportados para o Campus da Tilray em Cantanhede para processamento, produção e distribuição em toda a Europa e outros mercados internacionais", indica o comunicado.

Em Cantanhede, a Tilray tem já culturas de estufa e ao ar livre, tendo recebido licença do Infarmed para o processamento em maio deste ano, bem como a certificação da substância ativa para fins medicinais.

A Tilray diz ter investido até aqui 20 milhões de euros na produção portuguesa até aqui, empregando mais de 150 pessoas atualmente.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de