RTP

Trabalhadores da RTP aprovam greve ainda sem data marcada

Greve de trabalhadores precários da RTP

Em causa estão os aumentos salariais, a requalificação dos profissionais e a perspetiva de integração dos precários nos quadros.

Os trabalhadores da RTP aprovaram esta quarta-feira, em plenário, a realização de uma greve como forma de luta depois da resposta da administração ao caderno reivindicativo “ter sido claramente abaixo” do esperado, disse esta quarta-feira fonte do Sindicato dos Jornalistas à Lusa.

Em causa estão os aumentos salariais dos trabalhadores da estação pública, congelados há 10 anos, a perspetiva de requalificação dos profissionais ou a demora da integração dos precários como efetivos.

“A resposta da administração foi claramente abaixo da reivindicação dos trabalhadores”, afirmou a mesma fonte.

No plenário os trabalhadores aprovaram também a constituição de um comité de greve, o qual vai indicar a data de paralisação.

Os sindicatos afetos à RTP já tinham entregado pré-avisos de greve.

No início deste mês, a ministra da Cultura com a pasta da Comunicação Social, Graça Fonseca, confirmou que 130 precários da RTP estarão integrados nos quadros até março do próximo ano.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
David Cameron, no Forum Económico Mundial 2020, em Davos. DR.

Davos. Os negócios, a política, o ambiente e os “do contra”

Ilustração: Vítor Higgs

Espanhóis e chineses na corrida para entrar no capital do EuroBic

Procurador-Geral da República de Angola, Hélder Pitta Grós (EPA/MARIO CRUZ)

PGR angolano afasta mais arguidos portugueses no caso Isabel dos Santos

Trabalhadores da RTP aprovam greve ainda sem data marcada