Trabalhadores da Unicer saem à rua para apoiar 10 causas solidárias

ng3118523

Mais de centena e meia de colaboradores da Unicer sai à rua na próxima quinta-feira, Dia Internacional do Voluntário, para apoiar instituições e famílias de norte a sul do país. O objetivo é ajudar cerca de um milhar de pessoas carenciadas ou em situação vulnerável. A iniciativa integra o Projeto de Natal da Unicer, que engloba também uma componente internacional. Este ano, o apoio será direcionado para a Guiné Bissau, país que integra o programa de exportação da cervejeira portuguesa.

Para esta ação de voluntariado que decorre a nível nacional, a Unicer desafiou os colaboradores a desenvolverem, em equipa, 10 projetos solidários para implementarem nas comunidades onde estão inseridos, tendo como objetivo suprir necessidades concretas de cada instituição ou família.

Requalificação de espaços, doação de equipamentos, materiais e bens de primeira necessidade, e organização de festas de Natal são algumas das atividades que os trabalhadores da Unicer realizam, este ano, em Vidago, Pedras Salgadas/Melgaço, Caramulo, Castelo de Vide/Envendos, Santarém, Tojal/Miraflores, Palmela (Maltibérica), Quinta do Minho, e Leça do Balio.

Para cada causa a Unicer faz um pequeno donativo monetário e os colaboradores envolvidos nesse projeto encarregam-se de angariar o restante pelos seus próprios meios, recorrendo a iniciativas como a venda de bolos ou outras.

A empresa irá selecionar o melhor projeto de Natal de acordo com o desenvolvimento das atividades do voluntariado em grupo e o impacto da ação concretizada. O vencedor será premiado com um plafond em bebidas para o projeto apoiado.

Por outro lado, e como já é tradição na Unicer, será disponibilizada apenas a colaboradores e reformados a cerveja especial de Natal, nas referências 0,33cl e 0,75cl. Este ano, o valor angariado reverte, equitativamente, para a causa Uma Casa para a Ritinha – uma criança de nove anos que sofre de paralisia cerebral e a mãe lançou esta campanha para conseguir donativos para construir uma casa adaptada às necessidades da filha – e para a Associação EDUCAFRICA, com quem a empresa está a desenvolver o projeto solidário a nível internacional.

“Uma Gota de Luz” é como se designa o projeto que será desenvolvido na Guiné Bissau com a Associação EDUCAFRICA. Em coordenação com os parceiros de distribuição da Unicer neste mercado, será levada a cabo uma campanha de recolha de garrafas Vitalis pet. Com recurso a uma tecnologia inovadora e sustentável, as garrafas serão transformadas em lâmpadas para iluminar as casas da aldeia de Geba, sem recurso a eletricidade.

A instalação será feita pela instituição. O valor angariado com a disponibilização de cerveja especial na Unicer irá também contribuir para a colocação de dois kits fotovoltaicos na escola e no centro materno infantil da aldeia.

“As pessoas da Unicer investem, em média, mais de 1900 horas por ano em ações de voluntariado e, como tal, também o nosso projeto de Natal teria de ser solidário. É com grande satisfação que, juntos, vamos sair à rua no dia 5 de dezembro para dar um bocadinho de nós a quem mais precisa”, diz Joana Queiroz Ribeiro, diretora de Pessoas e Comunicação da Unicer.

A cervejeira assume que a responsabilidade social é um dos seus pilares essenciais da Unicer, pelo que procura envolver os seus colaboradores neste movimento solidário, ao longo do ano. Em junho de 2012, a empresa criou uma Bolsa do Voluntariado, designada de Sentido Unicer, uma plataforma integrada que permite o registo, o acesso e a respetiva inscrição em qualquer uma das iniciativas da empresa.

Foi em 2000 que a Unicer decidiu deixar de oferecer prendas de Natal aos seus parceiros, revertendo esse valor para instituições de solidariedade social, que as aplicavam no desenvolvimento de projetos previamente acordados entre ambas as partes. Quatro anos depois, a empresa decidiu que era tempo de ter uma “participação mais ativa” e de levar o Natal de forma mais viva para dentro da Unicer.

Foi a época das recolhas de cobertores dirigidas à CAIS, de alimentos e donitos para a Legião da Boa Vontade e de livros e materiais escolares que enviaram para os países africanos onde estão presentes, entre outras iniciativas.

Desde 2010, o projeto de Natal passou a ter uma nova vertente de voluntariado desenvolvida agora no seio das próprias instituições que estão a ser apoiadas.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Mário Centeno, ministro das Finanças. Fotografia: MANUEL DE ALMEIDA / LUSA

Centeno diz que abrandamento da economia esconde muitas coisas boas

Cristina Casalinho, presidente do IGCP

Portugal paga menos de 2% na última emissão de dívida do ano

Terminal (Naviport) do Porto de Setúbal com milhares de carros da Autoeuropa que estão bloqueados esta semana com a paralisação dos estivadores do Porto de Setúbal.
(A-gosto.com/Global Imagens).

Autoeuropa tem 5000 carros parados no porto de Setúbal

Outros conteúdos GMG
Trabalhadores da Unicer saem à rua para apoiar 10 causas solidárias