Turismo

Sigtur. Turismo de Portugal lança plataforma com informação geográfica

TP Sigtur

A plataforma permite ter acesso à oferta de alojamento em empreendimentos turísticos previstos a longo prazo no país.

O Turismo de Portugal (TdP) lançou há um mês uma plataforma digital que dá informação georreferenciada sobre a oferta turística, a que já existe e a que está prevista, por todo o país. Os últimos testes à plataforma Sigtur (Sistema de Informação Geográfica do Turismo na Web), estarão concluídos até ao fim desta semana, adianta o presidente do TdP, Luís Araújo, ao Dinheiro Vivo.

Foram investidos 70 mil euros na Sigtur, desenvolvida com o apoio dos fundos comunitários Portugal 2020 e Compete 2020. A plataforma digital demorou 24 meses até ser disponibilizada ao público, mas está virada principalmente para a área de negócio e para quem queira investir no setor.

Luís Araújo explica que esta plataforma visa “dar ferramentas” de trabalho aos organismos da administração central, a municípios, universidades e politécnicos, dotando-os de informação georreferenciada sobre a oferta turística no país.

Entre os vários temas do negócio turístico encontram-se empreendimentos turísticos, estabelecimentos de alojamento local, campos de golfe, marinas e portos de recreios ou mesmo spots de surf.

A pesquisa pode ser realizada por denominação, zona geográfica ou avançada. Através dos resultados, os empresários que pretendam investir em Portugal têm acesso à oferta de alojamento estimada, por zona, em empreendimentos turísticos previstos a longo prazo.

A aplicação permite ainda pesquisar por áreas territoriais, nomeadamente áreas administrativas, áreas de proteção ambiental, áreas reconhecidas pela UNESCO, área abrangida pelo Programa Nacional para a Coesão Territorial ou área de intervenção de Programas Territoriais.

Em falta, estão “pequenos ajustes”, aponta o presidente do TdP. Para breve, a Sigtur irá disponibilizar o registo do património nacional sob a gestão da Direção-Geral do Património Cultural.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(Orlando Almeida / Global Imagens)

Arrendatários vão poder realizar obras e pedir o reembolso

TIAGO PETINGA/LUSA

EDP nega ter indicado Manuel Pinho para curso nos EUA

luzes, lâmpadas, iluminação

Fatura da eletricidade baixa em 2019 “para todos”, garante o ministro

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Sigtur. Turismo de Portugal lança plataforma com informação geográfica